Pets terão vendas porta a porta no modelo “Avon Chama”

Caderno Gente


Curitiba vai capitanear uma proposta inédita no Brasil dentro do mercado pet: a criação de um sistema de vendas diretas binível de produtos para cachorros e gatos. Será como o sistema de vendas de cosméticos de porta em porta, eternizado no filme Edward Mãos de Tesoura, com Peg Boggs (Dianne Wiest) que é uma vendedora da Avon que acidentalmente descobre Edward (Johnny Depp), jovem que possui apenas enormes lâminas no lugar das mãos.

No filme de Tim Burton, na primeira exibição na TV aberta do Brasil (Tela Quente da Globo), a dublagem trocou “Avon Chama!” para simplesmente “Cosméticos!”.

Ainda sem um bordão, a iniciativa curitibana para pets é dos empresários Sandra Schuster, Flávio Pigatto e Juliano Cortes que lançam este mês a marca docg. Os três têm larga experiência no mercado de produtos e serviços para animais. Sandra e Flávio são os fundadores da DrogaVET, maior rede de farmácias de manipulação veterinária no Brasil, e Juliano é franqueado DrogaVET há mais de 10 anos.

Economia

O projeto une dois grandes setores em crescimento, mesmo num cenário de crise: o mercado pet e o de vendas diretas. A cada mês no Brasil 3.000 novas pessoas aderem ao trabalho de vendas porta a porta. De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), em 2015, já eram 4,6 milhões de profissionais atuantes somando R$ 41,6 bilhões em volumes de negócios.

E o setor pet também segue em alta. Em 2016, a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) estima que o merca o pet nacional deve ter chegado a R$ 19 bilhões em faturamento, um crescimento de 5,7% em relação ao ano passado. Isso significa que o setor tem, praticamente, o mesmo peso no Produto Interno Bruto (PIB) que a linha branca (fogões, geladeiras, máquinas de lavar).

Os sócios investiram mais de dois anos na construção do projeto e na contratação de diversas consultorias de renome que resultaram no modelo de negócio e nos produtos com a marca docg. São cosméticos como shampoos, condicionadores, finalizadores, banho seco, creme para patas, perfumes e também uma linha dedicada aos profissionais de beleza e estética animal.

O tamanho e a variedade do catálogo não ficam atrás de outras grandes marcas de cosméticos tradicionais que trabalham com venda porta a porta. Além dos produtos com a marca docg., itens de marcas parceiras como petiscos, alimentos úmidos, acessórios, brinquedos e camas também serão ofertados. “Nossa proposta é melhorar a qualidade de vida dos animais, por isso visamos inovar e ampliar ainda mais a oferta de itens. Futuramente novos produtos, inclusive importados, farão parte do nosso catálogo” comenta Sandra.

Oportunidade 

E a possibilidade de renda, trabalho autônomo e flexibilidade de horários parece estar atraindo os apaixonados por animais. Na primeira etapa de divulgação de cadastro de potenciais consultores, a docg. superou a expectativa de interessados recebendo mais de 400 inscritos. “Nossa intenção é trabalhar com cerca de 500 consultores até o final do primeiro quadrimestre de atividades”, revela Juliano.

Pet shops, serviços de banho e tosa e consultórios veterinários também podem se tornar consultores cadastrando uma equipe em sua rede binível. “Planejamos uma empresa com foco na sustentabilidade e que pudesse promover qualidade de vida também para quem trabalha nela. A partir daí a ideia de criar um sistema de vendas diretas foi natural. Os consultores podem começar a trabalhar com um pequeno investimento na compra do kit inicial. Com a venda deste primeiro kit já começam a lucrar”, comenta Juliano. “No momento que o país está vivendo, esta será certamente uma opção de renda para quem busca melhorar seu padrão de vida.”

Inicialmente a empresa irá atuar com foco principal na praça de Curitiba e Região Metropolitana e em breve expandirá para novas praças. O projeto da empresa contempla ainda a venda por e-commerce e sistema de franquias.

Mais informações sobre os produtos: www.docg.com.br

Previous ArticleNext Article