Museu Oscar Niemeyer abre mostra da artista britânica Cecily Brown

Francielly Azevedo


O Museu Oscar Niemeyer (MON) abre neste sábado (21), às 14 horas, a mostra “Se o paraíso fosse assim tão bom”, da artista britânica Cecily Brown — um dos nomes de maior destaque na pintura contemporânea mundial. A exposição reúne um conjunto de obras que especula sobre a ideia de paraíso. Para isso, traça diálogos com a história da arte, em contato com artistas tão diversos quanto Hieronymus Bosch, Michelangelo Buonarroti, Jan Brueghel e Peter Paul Rubens.

A mostra apresenta pinturas repletas de cor e movimento; faces — animais e humanas — que espreitam os espectadores por entre véus de cor; figuras que exploram o espaço pictórico e recusam-se à imobilização e fixação. Tudo está movimento. Os trabalhos apresentam-se no meio da narrativa, transpirando um dinamismo que desafia a natureza estática da pintura. Eles revelam e escondem na mesma medida, solicitando ao espectador que olhe de novo e de novo.

O curador Paulo Miyada diz que é difícil precisar se os paraísos de Cecily Brown seriam, afinal, mais ou menos toleráveis do que as versões idílicas que os precederam. “Seus aspectos associáveis ao inferno (dinamismo, choque e confusão) seriam talvez bem-vindos para os cidadãos do presente, tão apaixonados pelo espetáculo de gratuidade e destruição que desfila nas velhas e nas novas mídias dia após dia, minuto a minuto”.

SOBRE A ARTISTA 

Cecily Brown nasceu em Londres em 1969. Seu trabalho figura em coleções públicas como Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York; Whitney Museum of American Art, Nova York; MFA, Boston; Tate Gallery, Londres; Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, Washington, D.C.; e National Gallery of Art, Washington, D.C..

As suas principais exposições individuais incluem mostras em museus como Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, Washington, D.C. (2002); Macro, Roma (2003); Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madri (2004); Museum of Modern Art, Oxford (2005); Kunsthalle Mannheim (2005–06); Des Moines Art Center, Iowa (2006); Museum of Fine Arts, Boston (2006–07); Deichtorhallen, Hamburgo (2009); Kestner Gesellschaft, Hanôver (2010, itinerante para GEM, Museum of Contemporary Art, Haia); e Galleria d’Arte Moderna e Contemporanea, Turim (2014).
A artista também realizou inúmeras exposições individuais em galerias, incluindo Gagosian Gallery, Maccarone Gallery, Victoria Miro, CFA, Kukje Gallery, entre outras. Cecily Brown vive e trabalha em Nova York.

A mostra fica em cartaz até dia 4 de novembro. Os visitantes podem visitar a exposição de terça a domingo, das 10h às 18h. Nas quartas a entrada é sempre gratuita. A retirada de ingressos no museu pode ser feita até as 17h30, na bilheteria.

**Da Agência Estadual de Notícias**

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.