Nego Di após falar sobre Linn da Quebrada: "Tentam me cancelar"

Humorista também aproveitou para escrever na segunda-feira (2) que "quem mais pede liberdade é também quem mais priva".

Redação - 03 de maio de 2022, 17:06

(Foto: Reprodução/Redes sociais)
(Foto: Reprodução/Redes sociais)

O humorista Nego Di, pelas redes sociais, respondeu às críticas do público após falar sobre a ex-BBB Linn da Quebrada. No Twitter, ele escreveu: "Tentam me cancelar". Também aproveitou para escrever na segunda-feira (2) que "quem mais pede liberdade é também quem mais priva".

A polêmica começou após o humorista, no show dele de comédia chamado '98 Porcento', menciona Lina como "traveco", quando na verdade o termo correto é "travesti", pauta levantada por ela mesma durante o reality neste ano. 

Além dessa menção, outras foram criticadas pelo público. Uma delas que diz que Lina "ainda tem a peça", ao fazer referência à genitália; e outra que questiona um beijo que a participante deu na sister Maria, durante o BBB 22.

"Do nada, o bagulho mais aleatório da minha vida. A travesti beijou uma mina. Eu olhei aquilo: 'mas o que é isso? O traveco (sic) quer me enlouquecer?', disse.

Sobre as declarações, Linn da Quebrada refletiu: “Mais uma vez a fatídica pergunta torna sobre mim: 'quem sou eu?' [...] Perdi o programa, mas ganhamos outra coisa que não dá nem para mensurar: o Brasil me ama”, disse a ex-BBB em pronunciamento feito nas redes sociais.

NEGO DI E LINN DA QUEBRADA SÃO EX-BBBs

Nego Di e Linn da Quebrada participaram das duas últimas edições do BBB (Big Brother Brasil). O comediante gaúcho em 2021 e a cantora e atriz em 2022. 

Di foi eliminado ainda no começo do jogo, com 98,76%, a maior rejeição da história do programa até então. Recorde este que viria a ser batido na semana seguinte, na eliminação de Karol Conká, com 99,17%.

Já Lina da Quebrada foi mais longe e permaneceu até o último mês do reality show em 2022. Foi eliminada com 77,6% dos votos, com direito a um discurso emocionado do apresentador Tadeu Schmidt, que enalteceu o aprendizado que a participante deu à sociedade sobre o respeito e o tratamento correto à comunidade LGBTQIA+.