38ª Oficina de Música de Curitiba prorroga inscrições para 17 de janeiro

Redação

38ª Oficina de Música de Curitiba prorroga inscrições para 17 de janeiro

A 38ª Oficina de Música de Curitiba teve inscrições prorrogadas até o dia 17 de janeiro. A edição deste ano do evento será virtual devido a pandemia da Covid-19.

Ainda serão ofertados 58 cursos nas categorias de música erudita, antiga e MPB, com o evento acontecendo entre os dias 17 e 31 de janeiro, sendo dividido em duas fases:

  • 17 a 23 de janeiro para música erudita e música antiga;
  • 24 a 31 de janeiro para música popular brasileira.

“A prorrogação é para que as pessoas possam divulgar entre seus pares. Essa Oficina tem um universo muito grande de possibilidades, só uma entrada no site não dá para entender, é importante entrar curso por curso, pois serão discutidos temas genéricos e amplos da área musical”, explicou a coordenadora geral da Oficina, Janete Andrade.

Os músicos interessados em realizarem os cursos de MPB, Música e Tecnologia e Musicalização infantil devem submeter inscrições pelo site oficinademusica.curitiba.pr.gov.br, enquanto as matrículas para música erudita ou antiga acontecem pelo e-mail oficinademusica@curitiba.pr.gov.br.

As matrículas na 38ª Oficina de Música de Curitiba tem duas opções: ouvinte ou participante. Os custos de variam de R$ 30 a R$ 60, de acordo com a modalidade.

As aulas serão transmitidas ao vivo pela plataforma Microsoft Teams, possibilitando inclusive o acesso à gravação das aulas em até 24 horas após a realização da classe.

Todos os alunos inscritos na 38ª Oficina de Música de Curitiba terão de forma gratuita o curso de Apreciação e Estruturação Musical, com Osvaldo Colarusso, que irá englobar quatro aulas de Harmonia Básica e outras seis aulas sobre Diálogos musicais e Música em diálogo com outras artes.

A 38ª Oficina de Música de Curitiba é uma realização da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), com apoio máster da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

LEIA MAIS: Curitiba tem a menor elevação da cesta básica entre as capitais em 2020, diz Dieese

Previous ArticleNext Article