Oscar tem ‘Mank’ na liderança e indicação póstuma a Chadwick Boseman

Folhapress

Oscar 2021

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela entrega do Oscar, anuncia na manhã desta segunda (15) os indicados à 93ª edição do prêmio, que está marcado para o dia 25 de abril, dois meses mais tarde do que o habitual, devido à Covid-19.

Justamente por causa da pandemia, a cerimônia deve seguir a linha da festa do Globo de Ouro, que aconteceu no mês passado, numa versão híbrida com partes presenciais e outras, virtuais.

O Brasil ficou de fora da disputa pelo Oscar de filme internacional, pelo 22º ano consecutivo. O país tentava uma vaga com o documentário “Babenco: Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer Parou”, de Bárbara Paz, mas já tinha perdido as chances no mês passado, com a divulgação de uma lista de pré-indicados na categoria.

 

Confira abaixo os indicados à 93ª edição do Oscar.

Melhor filme

  • “Nomadland”
  • “Os 7 de Chicago”
  • “Minari”
  • “Bela Vingança”
  • “O Som do Silêncio”
  • “Meu Pai”
  • “Judas e o Messias Negro”
  • “Mank”

Melhor direção

  • Chloé Zhao, “Nomadland”
  • Lee Isaac Chung, “Minari”
  • Emerald Fennell, “Bela Vingança”
  • David Fincher, “Mank”
  • Thomas Vinterberg, “Druk”

Melhor ator

  • Chadwick Boseman, “A Voz Suprema do Blues”
  • Anthony Hopkins, “Meu Pai”
  • Riz Ahmed, “O Som do Silêncio”
  • Steven Yeun, “Minari”
  • Gary Oldman, “Mank”

Melhor atriz

  • Carey Mulligan, “Bela Vingança”
  • Frances McDormand, “Nomadland”
  • Andra Day, “The United States vs. Billie Holiday”
  • Viola Davis, “A Voz Suprema do Blues”
  • Vanessa Kirby, “Pieces of a Woman”

Melhor ator coadjuvante

  • Daniel Kaluuya, “Judas e o Messias Negro”
  • Leslie Odom Jr., “Uma Noite em Miami”
  • Sacha Baron Cohen, “Borat: Fita de Cinema Seguinte”
  • Lakeith Stanfield, “Judas e o Messias Negro”
  • Paul Raci, “O Som do Silêncio”

Melhor atriz coadjuvante

  • Youn Yuh-jung, “Minari”
  • Olivia Colman, “Meu Pai”
  • Glenn Close, “Era uma Vez um Sonho”
  • Maria Bakalova, “Borat: Fita de Cinema Seguinte”
  • Amada Seyfried, “Mank”

Melhor roteiro adaptado

  • “Nomadland”
  • “Uma Noite em Miami”
  • “Meu Pai”
  • “Borat: Fita de Cinema Seguinte”
  • “O Tigre Branco​”

Melhor roteiro original

  • “Os 7 de Chicago”
  • “Bela Vingança”
  • “Minari”
  • “O Som do Silêncio”
  • “Judas e o Messias Negro”

Melhor figurino

  • “A Voz Suprema do Blues”
  • “Mulan”
  • “Emma”
  • “Mank”
  • “Pinóquio”

Melhor trilha sonora

  • “Relatos do Mundo”
  • “Soul”
  • “Mank”
  • “Destacamento Blood”
  • “Minari”

Melhor curta-metragem

  • “Two Distant Strangers”
  • “The Letter Room”
  • “Feeling Through”
  • “Da Yie”
  • “The Present”

Melhor curta-metragem em animação

  • “Se Algo Acontecer… Te Amo”
  • “Genius Loci”
  • “Yes People”
  • “Opera”
  • “Toca”

Melhor som

  • “O Som do Silêncio”
  • “Relatos do Mundo”
  • “Soul”
  • “Mank”
  • “Greyhound”

Melhor animação

  • “Soul”
  • “Wolfwalkers”
  • “Dois Irmãos”
  • “A Caminho da Lua”
  • “Shaun, o Carneiro: A Fazenda Contra-Ataca

Melhor fotografia

  • “Nomadland”
  • “Mank”
  • “Relatos do Mundo”
  • “Os 7 de Chicago”
  • “Judas e o Messias Negro”

Melhor documentário

  • “Time”
  • “Crip Camp: Revolução pela Inclusão”
  • “My Octopuss Teacher”
  • “Collective”
  • “The Mole Agent”

Melhor documentário em curta-metragem

  • “A Concerto Is a Conversation”
  • “Uma Canção para Latasha”
  • “Colette”
  • “Do Not Split”
  • “Hunger Ward”

Melhor montagem

  • “O Som do Silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”
  • “Meu Pai”
  • “Nomadland”
  • “Bela Vingança”

Melhor filme internacional

  • “Druk – Mais uma Rodada” (Dinamarca)
  • “Better Days” (Hong Kong)
  • “Quo Vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)
  • “The Man Who Sold His Skin” (Tunísia)
  • “Collective” (Romênia)

Melhor cabelo e maquiagem

  • “A Voz Suprema do Blues”
  • “Pinóquio”
  • “Mank”
  • “Era uma Vez um Sonho”
  • “Emma”

Melhor canção original

  • “Speak Now”, de “One Night in Miami”
  • “Io Si (Seen)”, de “Rosa e Momo”
  • “Fight for You”, de “Judas e o Messias Negro”
  • “Hear my Voice”, “Os 7 de Chicago”
  • “Husavik”, “Eurovision Song Contest”

Melhor design de produção

  • “Mank”
  • “Relatos do Mundo”
  • “Tenet”
  • “Meu Pai”
  • “A Voz Suprema do Blues”

Melhores efeitos especiais

  • “Tenet”
  • “O Céu da Meia-Noite”
  • “Love and Monsters”
  • “Mulan”
  • “O Grande Ivan”

Previous ArticleNext Article