Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em casas de Nego do Borel no Rio e em SP

Folhapress

busca e apreensão em endereços de nego do borel

A Polícia Civil de São Paulo cumpriu, na manhã desta quinta (28), dois mandados de busca e apreensão em endereços do cantor Nego do Borel em São Paulo e no Rio de Janeiro. Segundo nota encaminhada pela SSP (Secretaria de Segurança Pública), a medida está relacionada ao inquérito policial instaurado pela 2ª Delegacia de Defesa da Mulher para investigar a denúncia da atriz e modelo Duda Reis contra o ex-noivo.

Em boletim de ocorrência, registrado no dia 14 de janeiro, ela acusa Borel de violência doméstica, estupro, ameaça e injúria. O cantor nega. “Após representação da autoridade policial, a Justiça expediu mandados de busca e apreensão, que foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (28), por policiais da unidade em endereços do suspeito em São Paulo e no Rio de Janeiro, com auxílio da Polícia Civil daquele estado”, afirma a SSP.

Procurada, a defesa de Nego do Borel não se manifestou até a conclusão deste texto. Segundo o G1, policiais retiveram o passaporte do cantor que encontraram na casa dele no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. Em São Paulo, os agentes apreenderam telefones e um computador.

A SSP informou que não vai divulgar mais detalhes da operação, porque o caso segue sob sigilo.

ENTENDA

Entre idas e vindas e algumas polêmicas, Duda Reis e Nego do Borel ficaram juntos por quase três anos. No último dia 23 de dezembro, eles anunciaram o fim do relacionamento.
No dia 11 de janeiro, um áudio da influenciadora digital Lisa Barcelos, em que ela admite ter se envolvido com o cantor enquanto ele ainda se relacionava com Duda, gerou grande repercussão nas redes sociais. Dois dias depois, a atriz e modelo disse, em vídeos publicados no Stories do Instagram, que foi agredida fisicamente e verbalmente pelo cantor.

“Eu era muito manipulada, eu tinha muito medo, ele me ameaçava. Ele dizia que eu brigava com cachorro grande, que ele ia mandar matar a minha família […] Eu me sentia um rato num beco sem saída, era a pior sensação do mundo”, afirmou, na ocasião.

No dia 14, ela registrou boletim de ocorrência e afirmou que foi vítima de estupro. No dia seguinte, a Polícia fez uma revista na casa de Nego do Borel e, segundo o próprio cantor, os agentes levaram uma arma de ar comprimido, que ele diz que era usada em jogos de paintball.

No mesmo dia, as advogadas de Duda Reis divulgaram que a Justiça concedeu uma medida protetiva para que o cantor não se aproxime da ex ou da família dela. Ele também não pode compartilhar fotos ou vídeos íntimos da atriz e modelo nem marcar a ex ou os familiares dela em mensagens nas redes sociais.

O cantor nega todas as acusações e pediu perdão a Duda pelas traições que cometeu ao longo do relacionamento: “Estupro é muito sério. Não houve sexo sem consentimento. Isso é mentira, não sei porque ela está inventando isso. Não diminuía ela como mulher. Sempre fui amigo da Duda. Falava que ela era linda. A gente discutia de igual para igual, como um casal qualquer. Uma vez, a gente estava no quarto, o videogame escapou da minha mão e quebrou minha TV. Não vou quebrar minha TV cara para caramba! Eu traí, assumo meu erro, e peço perdão a Duda.”

Nego do Borel também registrou um boletim de ocorrência contra a ex-noiva, em que a acusa de calúnia, injúria e difamação.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="742021" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]