Produção paranaense, “Ferrugem” ganha melhor filme no Festival de Gramado

CBN Curitiba


Neste final de semana, o cinema paranaense alcançou uma conquista inédita: o longa Ferrugem, do diretor Aly Muritiba, levou três kikitos inclusive o de melhor filme no Festival de Cinema de Gramado, considerada a principal premiação do país. Os jurados também elegeram a produção paranaense como Melhor Roteiro e Melhor Desenho de Som.

Em entrevista à reportagem da CBN Curitiba, o diretor comemorou mais este resultado do exercício de resistência que é fazer cinema fora do eixo Rio-São Paulo.

Aly Muritiba é baiano radicado em Curitiba. O ex-agente penitenciário iniciou a carreira como cineasta em 2008, aos 29 anos de idade, e em 2015 faturou sete prêmios no Festival de Brasília com o longa Para Minha Amada Morta e chamou atenção da cena internacional com premiações em Sundance e exibições em diversos eventos pelo globo.

Com mais esse reconhecimento, Muritiba espera que o efeito seja de incentivo para a produção local.

Essa expectativa, de estímulo aos cineastas que produzem na cidade, é justamente a análise feita pelo jornalista e colunista de cinema da CBN Curitiba, Marden Machado.

Marden afirma que com a boa recepção, Ferrugem já desponta como favorito para figurar entre os possíveis indicados para outra premiação.

O longa Ferrugem estreia este quinta-feira (30) nas salas de cinema de todo o país. O longa se desenrola a partir do vazamento de um vídeo íntimo de uma adolescente em um grupo de WhatsApp e para o diretor, Aly Muritiba, pretende ser mais um motivador de debate sobre o mundo atual

Aguardando pela estreia de Ferrugem, nos cinemas Muritiba já tem mais dois projetos engatilhados: está na pré-produção de uma série para a Netflix e ano que vem roda um novo longa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="548584" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]