Renata Silveira será a primeira narradora de Copa em TV aberta

Informação foi confirmada neste final de semana por Renato Ribeiro, diretor de esportes do Grupo Globo. Será o terceiro Mundial narrado por ela.

Redação - 01 de maio de 2022, 13:00

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

A jornalista Renata Silveira será a primeira narradora mulher de uma Copa do Mundo em TV aberta. A informação foi confirmada no final de semana por Renato Ribeiro, diretor de esportes do Grupo Globo.

Antes da confirmação, a Globo já havia antecipado que quebraria outro tabu: o de mulheres que narram futebol masculino em TV aberta, colocando profissionais femininas no rodízio da emissora no Brasileirão, na Copa do Brasil, e na própria Copa do Mundo, que será disputada no final do ano no Qatar.

No encontro da Rio2C, no Rio de Janeiro, Renata Silveira ficou sabendo que ela será a narradora mulher que fará parte do time de locutores em grandes competições. Pelas redes sociais, ela definiu como um sonho a ser realizado.

RENATA SILVEIRA E A INCLUSÃO FEMININA NO JORNALISMO ESPORTIVO

Renata Silveira já disse que se sente como uma "desbravadora" por ser a pessoa que simboliza uma maior inclusão no jornalismo esportivo brasileiro, embora os números de profissionais homens e mulheres ainda sejam desiguais.

Em 2014, ela venceu o concurso 'Garota da Voz' e narrou uma partida da Copa do Mundo realizada no Brasil pela Rádio Globo.

Quatro anos depois, também foi selecionada em outro processo, o 'Narra Quem Sabe', do Fox Sports, e narrou partidas do Mundial da Rússia no Fox Sports 2 e passou a integrar o time de narradores do canal por assinatura.

No final de 2020, foi contratada pelo Grupo Globo com o status de primeira narradora mulher da emissora. Estreou no primeiro trimestre de 2021 no SporTV e, desde então, vem quebrando tabus: foi a primeira narradora do conglomerado, a primeira mulher a narrar um jogo de seleção brasileira masculina, a primeira da Globo e a primeira a narrar uma Copa do Mundo na TV aberta.