Saiba como evitar doenças nos pets durante o inverno

Redação e Assessoria


Os dias frios nos deixam suscetíveis a algumas doenças e não é diferente com os animais de estimação. As temperaturas caem e a incidência de gripes, resfriados e tosse aumenta.

Os tutores devem ficar atentos, pois essas patologias, se não tratadas da maneira correta, podem evoluir para algo mais grave. A prevenção é o melhor caminho, lembra o veterinário e fundador da rede Animal Place, Jorge Morais.

Nesse período, a doença mais comum nos cães é a tosse dos canis. Ela é muito semelhante à gripe humana e os sintomas são falta de apetite, secreção ocular e nasal, muitas vezes purulenta, febre, tosse e vômitos, podendo evoluir para pneumonia e óbito. A melhor forma de prevenção é a vacinação, principalmente porque ela é transmitida pelo contato entre os pets. Já nos gatos a doença típica de inverno é a rinotraqueite infecciosa. Ela apresenta sintomas como secreção nasal e ocular, dificuldade para respirar, febre, falta de apetite e desidratação.

“A prevenção para essas doenças deve ser feita com a aplicação de vacinas, além dos cuidados específicos para esse período. Mas é sempre importante salientar que, ao perceber qualquer alteração no pet, o tutor deve procurar um veterinário imediatamente”, ressalta Morais.

Além disso, o veterinário explica que nos dias frios é importante manter os pets em um ambiente climatizado ou utilizar acessórios como caminhas, cobertores e roupas para mantê-los aquecidos. “Os banhos devem ser feitos de manhã e é preciso aguardar, pelo menos, uma hora antes de sair com ele para evitar choque térmico”, comenta. “Já os passeios não precisam ser cancelados e a recomendação é que sejam realizados em horários com temperaturas mais agradáveis”, finaliza.

Outra coisa que merece atenção no inverno é a alimentação, pois é comum os animais comerem menos e dormirem mais. Os tutores devem ficar atentos se eles estão se alimentando e oferecer uma refeição balanceada para aumentar sua resistência. Nesse período é preciso evitar a ingestão de alimentos gelados.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="540572" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]