Sérgio SantAnna morre pelo coronavírus aos 78 anos

Morreu neste domingo (10) aos 78 anos devido o escritor Sérgio Sant'Anna, que estava internado desde o dia 3 de maio no ..

Jorge de Sousa - 10 de maio de 2020, 11:29

Daniel Ramalho/Reprodução
Daniel Ramalho/Reprodução

Morreu neste domingo (10) aos 78 anos devido o escritor Sérgio Sant'Anna, que estava internado desde o dia 3 de maio no hospital Quinta D’Or, no Rio de Janeiro, com quadro do novo coronavírus (Covid-19).

Familiares do contista haviam relatado melhora no estado de saúde de Sant'Anna neste sábado (9), mas uma parada cardíaca vitimou o escritor na madrugada deste domingo.

O Rio de Janeiro é o segundo estado brasileiro com o maior número de mortes pelo coronavírus com 1.653 óbitos pela Covid-19 desde março.

SÉRGIO SANT'ANNA E OS CONTOS

Sérgio Sant'Anna foi por três vezes vencedor do Prêmio Jabuti, a maior premiação da literatura brasileira, todas dentro de sua especialidade. Os contos.

O primeiro livro de Sant'Anna foi escrito em 1969, com o conto O Sobrevivente. Mas sua obra prima foi publicada em 1985, com as As Confissões de Ralfo.

O conto narra uma autobiografia de forma satirizada vários aspectos da sociedade à época, incluindo uma tortura praticada por militares.

Também se destacam na bibliografia de Sant'Anna os contos Um discurso sobre o método, Marieta e Ferdinando, A mulher-cobra, Estranhos e O vôo da madrugada.

O último livro escrito por Sant'Anna foi Anjo Noturno, publicado em 2017.