Stênio Garcia defende esposa após ser forçado a deixar entrevista

O caso repercutiu como agressão pelas redes sociais. O ator respondeu que o ato foi de cuidado por parte da companheira e que está tudo bem.

Redação - 14 de julho de 2022, 15:45

(Foto: Bruno Poletti (F)/Folhapress)
(Foto: Bruno Poletti (F)/Folhapress)

O ator Stênio Garcia, de 90 anos, defendeu a esposa Marilene Saade na noite de quarta-feira (13). Nesta semana, ele deu entrevista durante o lançamento de um livro no Rio de Janeiro, e foi forçado a deixar a conversa.

O caso repercutiu como agressão pelas redes sociais. Stênio respondeu que o ato foi de cuidado por parte da companheira e que está tudo bem. "Eu estou com saúde graças à ela. Eu queria que vocês parassem de acusar ela de agressão", disse em um story no Instagram.

Segundo o ator, os ataques que ela vem sofrendo nas redes sociais está fazendo os dois se separarem. "Eu tô indignado com vocês, porque vocês não têm o direito de maltratar a Marilene desse jeito. Ela me trata muito bem. Vocês estão destruindo uma relação de amor", esbravejou em outro story.

Marilene Saade explicou que o marido havia sido primeiramente proibido de ir ao evento por um problema no coração, que foi sofrido durante o aniversário de 90 anos dele, em abril.

“Desde então, ele parou de tomar o remédio que ele toma para a pressão arterial há mais de 30 anos. Estou monitorando a pressão dele 24 horas por dia”, explicou a esposa no Instagram.

Em caráter de exceção, Stênio Garcia foi autorizado pelos médicos, com a condição de que não tirasse a máscara de proteção facial, para evitar o contágio pela Covid-19.

STÊNIO GARCIA É FORÇADO A DEIXAR ENTREVISTA NO RIO DE JANEIRO

No lançamento de um livro nesta semana no Rio de Janeiro, Stênio gravava com um jornalista de um canal no YouTube, quando foi surpreendido por Marilene, que colocou uma máscara de proteção facial ao rosto dele e o apertou sobre o nariz e os olhos

Como justificativa, ela falou: "Não pode pegar coronavírus, você não pegou até agora". Ele tentou resistir e gritou, tendo o rosto pressionado. 

Stênio Garcia queria continuar a entrevista, mas Marilene Saade disse que a conversa havia acabado. O ator saiu indignado: "Deixa eu acabar", mas foi retirado do local.