Túlio Maravilha tem cachê de A Fazenda bloqueado pela Justiça

Folhapress


O juízo da 4ª Vara do Trabalho de Goiânia determinou que o setor financeiro da TV Record bloqueasse eventuais valores devidos a Túlio Maravilha, 50, por sua participação no reality show A Fazenda 11. A Coordenadoria de Comunicação Social de Goiânia informou à reportagem que, segundo a decisão, a empresa deve reter e depositar o dinheiro em conta judicial vinculada ao processo trabalhista que Túlio está envolvido.

O ex-futebolista, cujo verdadeiro nome é Túlio Humberto Pereira Júnior, tem uma ação trabalhista em tramitação no Tribunal Regional do Trabalho de Goiás movida por Maikell Rosa dos Reis contra ele. A ação foi ajuizada em 2012 e está em fase de espera de pagamento determinada pela Justiça. Túlio deve pagar um valor de cerca de R$ 131 mil -o valor líquido do reclamante é de R$ 114 mil.

O bloqueio do cachê tem intuito de agilizar a quitação do débito trabalhista. “As medidas adotadas poderão se mostrar mais céleres do que a expedição de carta precatória à jurisdição de São Paulo para o cumprimento da determinação”, diz o documento do despacho com a determinação judicial.

A ordem judicial foi encaminhado nesta quarta-feira (23), via correio, para a sede da TV Record em São Paulo. O mandado será entregue à TV Record Goiás por um Oficial de Justiça.

Previous ArticleNext Article