Xand Avião estreia como piloto de rally: ‘Sabia que iria gostar, mas amei’

Folhapress

Xand avião no rali

O cantor Xand Avião, 39, resolveu deixar o microfone e os instrumentos de lado para se dedicar a uma outra paixão: o automobilismo.

Na última semana, ele estreou como piloto na 29ª edição do maior rally das Américas, nas 3ª e 4ª etapas dos Sertões, que vai de Araripina (PE) a São Raimundo Nonato (PI).

“Eu sabia que iria gostar, mas eu amei”, disse Xand à Quem. “Como que eu vou ficar nervoso com um carrão desse? O motor da picape é muito potente. Você pisa no acelerador e a resposta é rápida. Foram mais de duas horas de prova e perdi 1.500 calorias”, contou.

Ao todo, Xand percorreu mais de 400 quilômetros. “Havia muitas pedras pelo caminho e até um pequeno trecho de trial com pedras grandes. Deu para pisar fundo no acelerador e sentir a adrenalina da alta velocidade”, comentou.

Em recente entrevista, Xand disse que tinha amargado preocupações e perdas na pandemia. O forrozeiro interrompeu os shows, chegou a contrair Covid e teve que demitir cerca de 50 pessoas, que ele esperava recontratar assim que possível.

Na ocasião, disse que em 2021 não haveria turnês mesmo com vacina. “Na virada do ano eu me ajoelhei e pedi pela vacina. Mas pelo andar da carruagem, pelo meu porte, do Wesley Safadão, do Gusttavo Lima, acho difícil que trabalhemos esse ano. Não queria ser pessimista”, afirmou.

Mas não foi apenas de problemas esse período sem shows. Xand disse que refletiu bastante e, quando retornar aos palcos, não pretende voltar ao ritmo de antes. Segundo ele, a ideia é frear um pouco, afinal “quantidade não é qualidade”. Assim, sua média de 22 shows por mês deve ser reduzida a cerca de 12.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="785131" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]