echo '' ; Geral - Paraná Portal

Com decisão do TSF sobre prisão, corrupção aumentará para 61,4% dos brasileiros

Ainda sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal que barrou a prisão em segundo turno e que tirou da cadeia o preso mais famoso do Brasil nos últimos ano, Luiz Inácio Lula da Silva, o Instituto Paraná Pesquisa, dirigido pelo empresário e cientista politico, Murilo Hidalgo, realizou pesquisa de opinião pública para saber o que pensa a sociedade sobre o assunto.

Em referência à pergunta se a corrupção aumentaria, diminuiria ou ficaria no mesmo após esta decisão, a maioria, 61,4% das pessoas consultados respondeu que aumentaria, enquanto 27,2% disseram que  permaneceria como está e 7% que diminuiria. Sobre se a decisão do STF seria muito importante, 51,8% disseram sim, 27,2%  responderam que foi importante e 12,2% se manifestaram indiferentes.

A pesquisa, realizada entre 11 a 13 de novembro ouviu 2.640 pessoas em 166 municípios de 26 estados.

Jair Bolsonaro - medidas econômicas - crises - caixa - cheque especial

Bolsonaro recomenda que usuários de cheque especial migrem para a Caixa

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez uma série de propagandas para a Caixa Econômica Federal, que é um banco estatal.

Ao lado do presidente da instituição, Pedro Guimarães, Bolsonaro recomendou que os correntistas que utilizarem o limite do crédito especial migrem para a Caixa.

“Pessoal, vem para Caixa, pô, já que você quer entrar no cheque especial. Se você não quiser, tudo bem, continua no seu banco aí”, disse.

“Eu, graças a Deus, nunca tive [cheque especial]. Ah, o cara é deputado federal? Não, não, não. Calma lá. Desde o meu tempo de tenente, capitão, três filhos naquela época, filhos pequenos também, nunca entrei em cheque especial, não. Eu acho que quem precisa, tudo bem, e todo mundo reclama de chefe especial. Reclamam inclusive porque a taxa Selic diminui, e lá na ponta, nada”, afirmou.

Guimarães então disse espontaneamente não ter sofrido qualquer pressão de Bolsonaro ou do ministro Paulo Guedes (Economia) para reduzir os juros do banco. Ele prometeu que se a taxa básica de juros da economia –a Selic– diminuir, ele dará continuidade a uma política de cortes.

No passado, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi criticada por sua política de juros dos bancos públicos.

Nesta terça (12), a Caixa anunciou o corte pela metade a taxa de juro do cheque especial em um momento em que Banco Central e governo vem pressionando os grandes bancos brasileiros a repassar a queda da Selic para consumidores.

A partir de dezembro a taxa será reduzida de 9,99% para 4,99%, segundo comunicado divulgado pelo banco nesta terça-feira (12). Na média, segundo dados do BC, o juro do cheque especial do banco era de 9,41% na semana encerrada em 29 de outubro.

Bolsonaro ainda fez um alerta dizendo que mesmo os juros do cheque especial da Caixa estarem em 4,99% ao mês, menos da metade do cobrado por instituições privadas, é um preço alto.

“É por mês, em pessoal, é salgado. A taxa Selic tá 5% ao ano”, disse.

O presidente encerrou a live cantando uma antiga propaganda da Caixa e brincando que Guimarães deveria contratá-lo.

“Vem para Caixa você também, vem”, brincou.

O anúncio vem uma semana depois de o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmar que lançará, em breve, um projeto para redesenhar o cheque especial. Dentre as possibilidades, a autoridade monetária estuda a criação de uma tarifa mensal, que seria cobrada pelos bancos dos clientes que quiserem acesso a uma linha emergencial. Essa situação é proibida atualmente.

Segundo o Banco Central informou, porém, que discute o projeto com bancos e não há nenhuma decisão concreta sobre como esse redesenho se dará.

Os 9,99% já eram mais baixos que a taxa média cobrada pelos bancos privados e fizeram parte de uma primeira rodada do banco público de corte de juros cobrados de seus clientes. A taxa média do cheque especial é de 12,4% ao mês, a mais cara do sistema financeiro. Já a Selic está em 5% ao ano, o menor patamar a história. O custo do cheque especial pouco se mexeu desde que a taxa básica de juros entrou em queda.

Acidente - Praia de Leste

Acidente entre dois caminhões e dois carros congestiona PR-407

Cinco pessoas ficaram feridas em um acidente que envolveu dois caminhões e dois carros no km 5 da PR-407, sentido Praia de Leste, na noite desta quinta-feira (14).

Nenhum dos feridos corre risco de vida e ainda não há informações sobre o encaminhamento dessas pessoas após o ocorrido.

Com o acidente, o tráfego está sendo feito em apenas meia pista o que gera congestionamento de mais de 2 km no local, segundo informações da Ecovia e do BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária).

A recomendação do BPRv é que os turistas que estejam viajando com destino a Praia de Leste, utilizem a PR-508 (Rodovia Elísio Pereira Alves Filho) até Matinhos e continuem pela PR-412 (Rodovia Máximo Jamur) até o destino.

sarampo, paraná, curitiba, surto, casos confirmados, confirmações, vacina, prevenção, vacinação

Casos de sarampo no Paraná crescem 16% na última semana

O Paraná continua sem registrar queda nos casos de sarampo. Segundo o boletim epidemiológico publicado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) nesta quinta-feira (14), houve aumento de 16% nas ocorrências (52 confirmações ao todo) da doença na última semana, totalizando 368 contaminações no estado.

Dois municípios do Paraná registraram seus primeiros casos de sarampo. Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba, e União da Vitória, no sudoeste paranaense, tiveram os primeiros casos confirmados nesta última semana.

De acordo como o Ministério da Saúde, o Paraná é o segundo colocado em número de casos confirmados no país. Apenas São Paulo com 5.123 ocorrências fica na frente do estado. Ao todo, 10.429 aparições da doença foram registradas em 19 dos 27 estados do Brasil.

CASOS DE SARAMPO NO PARANÁ

  • Curitiba: 250
  • Almirante Tamandaré: 5
  • Araucária: 1
  • Balsa Nova: 1
  • Campina Grande do Sul: 2
  • Campo do Tenente: 3
  • Campo Largo: 10
  • Colombo: 24
  • Fazenda Rio Grande: 2
  • Itaperuçu: 1
  • Lapa: 1
  • Mandirituba: 1
  • Pinhais: 10
  • Piraquara: 10
  • Quatro Barras: 1
  • Rio Branco do Sul: 6
  • São José dos Pinhais: 13
  • Castro: 3
  • Ponta Grossa: 1
  • Irati: 1
  • União da Vitória: 2
  • Maringá: 2
  • Londrina: 8
  • Rolândia: 1
  • Carlópolis: 6
  • Jacarezinho: 4

O sarampo é uma infecção viral, altamente contagiosa e de fácil transmissão. Os sintomas mais comuns da doença são febre alta, tosse, coriza, conjuntivite, exantema – manchas avermelhadas na pele que aparecem primeiro no rosto e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo. Também podem ocorrer dores de cabeça, indisposição e diarreia.

horário de verão, jair bolsonaro, redes sociais, celulares, adiantam, uma hora, automaticamente celulares operadoras pré-pagos

Operadoras vão bloquear celulares pré-pagos sem cadastro

Titulares de linhas de celulares pré-pagas que não atualizaram cadastros após terem recebido notificação das operadoras terão as linhas bloqueadas a partir de segunda-feira (18), informou a Anatel.

A medida vale para consumidores de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo.

Só menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral, segundo agência.

As prestadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo têm feito campanha para que consumidores brasileiros atualizem seus cadastros. O objetivo é garantir uma base cadastral correta para evitar a ocorrência de fraudes de subscrição.

A Anatel informa que quem tiver a linha bloqueada poderá proceder à atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP.

Para garantir que o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi encaminhado pela prestadora contratada, o consumidor pode conferir os números utilizados pelas prestadoras para envio destas mensagens na página Cadastro Pré-Pago, no portal da Anatel.

COMO FAZER

Confira as páginas para atualização de cadastro de cada prestadora e o número de atendimento:
Claro (1052)
Tim (1056)
Vivo (1058)
Oi (1057)
Algar (1055)
Sercomtel (1051)

Paulo Guedes - CPMF - Economia - Ministro - pib brasileiro - itaú unibanco

PIB brasileiro cresce próximo de 2%, segundo estimativa do Itaú Unibanco

A economia brasileira teve uma forte aceleração ao longo do terceiro trimestre, passando de um ritmo anual de 1% em junho para 1,8% em setembro, segundo estimativas do Itaú Unibanco.

O número se refere ao indicador próprio calculado pela instituição para medir a velocidade de crescimento da atividade econômica.

O Itaú Unibanco projeta que o dado oficial do PIB (Produto Interno Bruto) mostre uma expansão de 1% em 2019. O dado, no entanto, é uma média do desempenho do ano. O ritmo ao final do ano, para a instituição, está próximo de 1,8%.

Segundo o banco, a economia se expandiu 0,4% no terceiro trimestre deste ano e crescerá 0,7% nos três últimos meses do ano, sempre na comparação com o trimestre imediatamente anterior.

Para 2020, a expectativa é de um crescimento médio de 2,2%, mas com a economia encerrando o próximo ano a um ritmo de 2,6%.

Mario Mesquita, economista-chefe da instituição, atribui boa parte da melhora na atividade ao processo de queda da taxa básica de juros, que está atualmente em 5% ao ano e deve chegar a 4% ao ano no início de 2020, segundo projeção do banco.

“A economia deve chegar, por volta de 2021, ao pico anterior à crise [de 2015/2016]. A política monetária está tendo e ainda vai ter mais efeito à frente, na medida em que os juros forem caindo. A economia global deve ajudar também nessa retomada da atividade aqui no Brasil. Pelo menos o mundo não está em contração”, afirmou o economista durante a apresentação dos dados.

O economista do Itaú Unibanco Luka Barbosa afirmou que os dados sobre geração de empregos formais, por exemplo, já mostram criação de vagas em ritmo compatível com um PIB próximo de 2%. Também citou dados positivos no crédito a pessoas físicas e jurídicas e destacou os números positivos divulgados recentemente dos setores de serviços e varejo.

“O motivo é principalmente o crescimento do crédito privado, estimulado por uma taxa de juros muito baixa”, afirmou.

Para este ano, segundo a instituição, o crescimento estará mais ligado ao consumo, mas se espera uma aceleração do investimento no próximo ano.

“Vai ser mais consumo do que investimento. A gente tem visto empresas mais ligadas a varejo com otimismo maior que as demais. Um varejo mais ligado a crédito tem tido performance melhor do que setores ligados à renda, num cenário de desemprego mais elevado, mas com retomada do crédito no país”, disse o também economista do Itaú Fernando Gonçalves.

Congresso - MP do Emprego Verde e Amarelo

Congresso quer barrar pontos da MP do Emprego Verde e Amarelo

O Congresso pretende barrar mudanças propostas da medida provisória que cria o programa Emprego Verde e Amarelo, de estímulo à contratação de jovens de 18 a 29 anos, entre eles a taxação de desempregados. A MP traz também uma série de modificações permanentes na legislação trabalhista.

Apesar da semana encurtada por causa da reunião de cúpula dos Brics –grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul–, em Brasília, parlamentares não deixaram de fazer críticas e tomaram medidas mais efetivas em relação à proposta do presidente Jair Bolsonaro, assinada na segunda-feira (11).

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou nesta terça-feira (12) que o Congresso poderá substituir a cobrança de 7,5% sobre o seguro-desemprego por outra fonte de financiamento.

Senadores dizem, segundo Bezerra Coelho, que o programa pode ser bancado por recursos que hoje são usados como benefícios tributários ou pelo Sistema S. Pessoas próximas à presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), disseram que ela vai fazer uma triagem na MP para trabalhar na retirada do que considerar excessos.

Nesta quinta-feira (14), o presidente do Solidariedade, deputado Paulo Pereira da Silva (SP), disse à reportagem que, na semana que vem, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) retomar os trabalhos, ingressará com uma ação direta de inconstitucionalidade para a suspensão três artigos da medida provisória.

Na peça que será, segundo o deputado, protocolada na terça-feira (19), o partido diz que a MP, em alguns dispositivos, “reduz, significativamente, as garantias mínimas aplicáveis às relações de trabalho e garantidas” pela Constituição.

Um dos pontos da medida abordados na ação é o que estabelece que para os contratados que tenham entre 18 e 29 anos a multa do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) em caso de demissão sem justa causa poderá ser de 20%, e não o patamar de 40% dos outros funcionários que seguem o regime atual. Essa mudança será efetivada mediante a acordo.

A ação pondera que há conflito entre o que diz a medida provisória com a Constituição, pois a MP “relega ao comum acordo entre as partes e reduz o valor da indenização pela metade”.

“Esse conflito caracteriza inegável violação ao disposto na Constituição Federal, posto que há redução do valor da indenização compensatória prevista na Constituição Federal, mediante a redução do percentual pela metade”, diz a ação.

O consultor legislativo do Senado Luiz Alberto dos Santos elaborou para o Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) uma nota técnica em que aponta que a MP incorre em inconstitucionalidades e tem grande alcance, pois modifica diversas leis de uma só vez, “misturando temas distintos, visando à produção de fatos consumados e dificultando o debate”.

“A MP 905 demandará esforços para que sejam expurgados excessos e corrigidos os aspectos apontados, o que exigirá grande número de emendas e amplo esforço de convencimento perante os membros da comissão mista a ser instalada no âmbito do Congresso Nacional”, diz a nota.

Ao começar a tramitar no Congresso, a medida provisória passa, primeiro, por uma comissão formada por deputados e senadores, que elaboram um parecer a ser votado. Superada esta fase, ainda tem que passar pelos plenários da Câmara e do Senado.

Renault - Duster - recall - airbag

Renault faz recall de 11 mil carros modelo Duster por falha no airbag

A Renault convocou um recall das versões dos carros Duster e Duster Oroch, fabricados de 14 de setembro de 2016 a junho deste ano, para a verificação ou substituição do airbag do motorista.

Segundo a montadora, são 10.852 unidades (7.094 do Duster e 3.758 do Oroch). O fornecedor da empresa identificou que, em casos de colisão, alguns airbags poderiam não abrir ou abrir de modo ineficiente, podendo “ocasionar lesões graves e/ou fatais aos ocupantes” em casos extremos.

A Renault diz que não há registros de acidentes.

A numeração não sequencial dos chassis envolvidos de Duster vão de HJ474607 até J600336, de KJ746823 até J797677 e de LJ002318 até LJ995785. Os chassis de Duster Oroch vão de HJ499387 até J589223, de KJ526365 até J799840 e de LJ002342 até LJ998632.

De acordo com a empresa, a verificação ou substituição é realizada em até uma hora. O serviço é gratuito e pode ser agendado em uma concessionária da marca.

Para os carros com a fabricação em 2014, a Renault também convoca clientes que não compareceram para a realização do recall do airbag em 26 de janeiro de 2017.

acidente, br-163, marechal cândido rondon, paraná, oeste, caminhão, carro, mortos, feriado, 15 de novembro, movimento nas estradas, proclamação da república, prf, polícia rodoviária federal

Acidente grave entre caminhão e carro deixa dois mortos na BR-163

acidente, br-163, marechal cândido rondon, paraná, oeste, caminhão, carro, mortos, feriado, 15 de novembro, movimento nas estradas, proclamação da república, prf, polícia rodoviária federal
Divulgação/PRF

Duas pessoas morreram nesta quinta-feira (14) após um grave acidente entre uma carreta bitrem e um carro, na BR-163, em Marechal Cândido Rondon, na região oeste do Paraná.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a batida aconteceu por volta das 17h, na altura do quilômetro 286. Os agentes aguardam a perícia para que seja feita a remoção dos corpos.

Conforme o relato, a carreta bitrem e o carro bateram de forma transversal. O veículo de passeio ficou completamente destruído.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a batida aconteceu em um trecho de reta. Chovia no momento do acidente. O IML (Instituto Médico-Legal) de Toledo, na região oeste do Paraná, foi acionado para os exames de perícia.

Enquanto isso, o fluxo permanece reduzido na BR-163, em Marechal Cândido Rondon. O trânsito está no sistema pare-e-siga, de acordo com a PRF.

acidente, br-163, marechal cândido rondon, paraná, oeste, caminhão, carro, mortos, feriado, 15 de novembro, movimento nas estradas, proclamação da república, prf, polícia rodoviária federal
Divulgação/PRF

RB| Noitada

Pancadão Bday” terá esquenta em quintal e 15 horas de música no próximo final de semana.

A festa é na sexta-feira, a partir das 15h, no Quintal do James, e continua a noite toda no James Bar.

O feriado está chegando e o James preparou dois eventos especiais para curitibanos e turistas.
Na próxima sexta-feira, à tarde, acontece o “Esquenta pro bday do Pancadão”, no Quintal do James e, à noite, “Baile funk Pancadão (Bday)”, no James Bar.
Serão 15h de música e diversão.
Os eventos são interligados e terão várias atrações durante todo o dia.