echo '' ; Geral - Paraná Portal
sao paulo agua santa paulistao

São Paulo vence o Água Santa e estreia bem no Paulistão

O São Paulo venceu o Água Santa por 2 a 0 e iniciou bem o Campeonato Paulista 2020. O triunfo tricolor foi definido com os gols de Pablo e Daniel Alves, ainda no primeiro tempo.

O duelo desta quarta-feira (22), realizado no Morumbi, foi válido pela primeira rodada do Estadual. 18.493 pessoas acompanharam a partida in loco, resultando em uma renda de R$ 523.613,00.

A boa notícia para o torcedor são-paulino foi a boa atuação da equipe na primeira etapa. Jogadores com grande expectativa, como Daniel Alves, Hernanes e Pablo, foram bem, assim como o meia Vitor Bueno. Já Alexandre Pato, que começou no banco de reservas, teve mais uma exibição tímida.

Com o resultado, o time comandado por Fernando Diniz larga na liderança do Grupo C, que ainda conta com Mirassol e Inter de Limeira, que foi goleado pelo Guarani por 4 a 0. Ou seja, pelo saldo de gols, o Água Santa aparece na terceira posição da chave.

SÃO PAULO TEM CLÁSSICO PELA FRENTE

São Paulo e Água Santa voltam a campo no próximo final de semana.

No sábado (21), às 15h, o clube do interior recebe o Novorizontino no estádio Distrital do Inamar, em Diadema.

Já no domingo (22), o Tricolor encara o Palmeiras na Fonte Luminosa já que o Allianz Parque está em reforma para a implementação do gramado sintético.

OS GOLS

O São Paulo controlou o jogo no primeiro tempo e abriu o placar com cinco minutos. Vitor Bueno acionou Pablo, que ajeitou e bateu firme, de fora da área, para balançar as redes.

Tiago Volpi evitou o empate no arremate de Marquinho e viu o segundo gol sair aos 41 minutos. Em uma jogada coletiva, Vitor Bueno deu assistência para Daniel Alves completar para as redes.

Na etapa final, o São Paulo não aumentou a diferença por causa do goleiro Thomazella. O camisa 1 do Água Santa fez boas defesas nos chutes de Daniel Alves e Hernanes, enquanto Helinho mandou a bola pela linha de fundo quando tentou fazer um gol de cobertura.

Lucas Silva - Flamengo - Vasco - Campeonato Carioca

Flamengo bate o Vasco e vence a primeira no Campeonato Carioca

Em um clássico recheado de garotos, o Flamengo venceu o Vasco por 1 a 0 nesta quarta-feira (22), conquistando sua primeira vitória no Campeonato Carioca.

A partida marcou o reencontro de Abel Braga com a torcida do Flamengo. O técnico comandou o rubro-negro no início da última temporada e foi campeão carioca com a equipe, antes de ser demitido e dar lugar para Jorge Jesus.

O duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Carioca foi realizado no Maracanã, que recebeu 25.738 torcedores.

O gol da vitória do Flamengo foi marcado por Lucas Silva.

A vitória deixa o Flamengo com quatro pontos ganhos, enquanto o Vasco fica estacionado com apenas um tento conquistado.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste sábado (25), pela terceira rodada do Campeonato Carioca.

O Flamengo recebe o Volta Redonda no Maracanã, às 18h.

Já o Vasco viaja até Cariacica, no Espírito Santo, para enfrentar o Boavista, às 19h.

O JOGO

O Vasco quase abriu o placar do jogo logo no primeiro minuto. Após dividida na entrada da área, Tiago Reis finalizou e Gabriel Batista bateu roupa. Ribamar quase marcou o gol, mas o árbitro assinalou impedimento.

Ribamar realmente não teve sorte com o impedimento no duelo. No minuto seguinte, Tiago Reis cruzou da esquerda, Dantas não conseguiu cortar e Ribamar finalizou por cima de Gabriel Batista. Mas o VAR constatou que o atacante estava em posição irregular e anulou o gol.

O atacante ainda perderia grande chance aos seis minutos. Tiago Reis encontrou Juninho com passe de calcanhar e o meia serviu Ribamar, que errou a finalização e desperdiçou oportunidade clara de gol na pequena área.

O Flamengo conseguiu responder apenas aos 26 minutos. Yuri César encontra Ramon, que cruza na medida para Luiz Henrique finalizar no travessão.

Mas no minuto seguinte, o Lucas Silva não desperdiçou a chance e abriu o placar para o Flamengo. Em novo cruzamento de Ramon, o atacante recebeu livre na área e só tirou de Jordi para balançar as redes.

O Vasco respondeu aos 37 minutos com Andrey. Em cobrança de falta na risca da área, o volante bateu firme e Gabriel Batista fez boa intervenção.

Antes do intervalo, Lucas Silva ainda perderia grande chance para ampliar o placar. Miranda chutou em cima de Alexandre e a bola sobrou para Vitor Gabriel. O meia serviu o atacante -que livre de marcação, pegou muito embaixo da bola e mandou longe do gol.

A primeira chance de gol do segundo tempo foi do Flamengo aos 13 minutos. Vitor Gabriel arriscou de fora da área e Jordi quase se complicou para fazer a defesa em dois tempos.

O Vasco respondeu aos 34 minutos. João Pedro lançou Ribamar, que chutou cruzado, mas a bola resvalou na defesa e não chegou em Pec, que estava livre no segundo poste.

O Cruz-Maltino ainda teve uma última chance aos 43 minutos. Miranda lançou Vinicius na esquerda e o meia cruzou para Pec na pequena área. O atacante finalizou mascado, mas a bola passou perto do poste direito.

Deonilson Roldo - Beto Richa - Operação Piloto - Lava Jato - corrupção

Lava Jato: ex-chefe de gabinete de Beto Richa é condenado a 10 anos de prisão por corrupção

O ex-chefe de gabinete de Beto Richa (PSDB), Deonilson Roldo, foi condenado nesta quarta-feira (22) a 10 anos e 5 meses de prisão por corrupção passiva e fraude à licitação. É a primeira sentença relacionada à Operação Piloto, desdobramento da Lava Jato que apura o pagamento de propinas pela Odebrecht ao núcleo do ex-governador do Paraná.

Nesta ação, também foi condenado o empresário Jorge Atherino. Apontado como operador financeiro do tucano, ele foi sentenciado por corrupção passiva a 4 anos, 9 meses e 15 dias de prisão. A JFPR (Justiça Federal do Paraná) também condenou ex-executivos da Odebrecht, que cumprirão a pena conforme estabelece os acordos de delação premida da empresa.

Conforme a sentença, Deonilson Roldo deve cumprir a pena em regime inicialmente fechado. No entanto, Jorge Atherino poderá cumprir a punição no regime semiaberto. Por falta de provas, ambos foram inocentados da acusação por lavagem de dinheiro. Eles ainda podem recorrer da decisão.

Apesar de ser apontado como figura central do esquema pela força-tarefa Lava Jato, Beto Richa não foi imputado nesta ação penal. O ex-governado do Paraná é réu em outro processo relacionado às investigações da Operação Piloto, cuja sentença ainda não foi determinada pela JFPR.

OPERAÇÃO PILOTO APURA CORRUPÇÃO NO GOVERNO BETO RICHA

A Operação Piloto, 53ª fase da Operação Lava Jato, foi desencadeada em 2018 para aprofundar as investigações relacionadas à duplicação da PR-323. Conforme a força-tarefa, foram apurados crimes de corrupção, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

De acordo com a Operação Lava Jato, a empreiteira Odebrecht pagou propinas ao núcleo de Beto Richa em troca de benefícios ilegais relacionados à PPP (Pareceria Público Privada) para explorar a duplicação da PR-323.

O trecho em questão liga Francisco Alves a Maringá, entre as regiões noroeste e norte do Paraná. As obras foram licitadas em 2014 ao custo de R$ 7,2 bilhões.

Além do ex-chefe de gabinete de Beto Richa, Deonilson Roldo, e do operador financeiro Jorge Atherino, também foram alvos da ação nove ex-executivos ligados à Odebrecht: Adolpho Julio da Silva Mello Neto, Benedicto Barbosa da Silva Junior, Fernando Migliacchio da Silva, Luciano Riberiro Pizzatto, Luiz Antônio Bueno Junior, Luiz Eduardo Soares, Maria Lucia Tavares, Olívio Rodrigues Junior e Álvaro José Galliez Novis.

Athletico Paranaense - PSTC - Campeonato Paranaense

Athletico vence PSTC e continua invicto em busca do tricampeonato

Em um jogo disputado, o Athletico Paranaense conseguiu vencer o PSTC por 1 a 0 nesta quarta-feira (22), e se manteve invicto em busca do tricampeonato paranaense.

O duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Paranaense foi realizado na Arena da Baixada.

O gol da vitória do Athletico foi marcado por Cristian.

A vitória deixa o Athletico com seis pontos em duas rodadas, enquanto o PSTC segue sem somar pontos em seu retorno a elite do Campeonato Paranaense

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste final de semana pela terceira rodada do Campeonato Paranaense.

O Athletico recebe o Londrina neste sábado (25), às 17h, na Arena da Baixada.

Já o PSTC recebe o Toledo no Ubirajara Medeiros, neste domingo (26), às 16h.

O JOGO

O primeiro tempo de jogo foi muito disputado, mas com poucas chances criadas pelas duas equipes.

A melhor chance de perigo foi do PSTC aos 26 minutos. Em cobrança de falta, Léo Couto mandou a bola com efeito perto do travessão de Anderson.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo o PSTC quase abriu o plcar. Grafite avançou pela esquerda e cruzou para Leandro, que escorou em direção ao segundo poste. Gerônimo chegou atrasado e perdeu grande chance.

O Athletico teve sua primeira chance de perigo aos 18 minutos. Cristian fez bela jogada e deixou Pedrinho livre na área, mas o atacante pegou mal na bola e perdeu grande oportunidade.

Só que aos 27 minutos, Cristian não desperdiçou sua oportunidade. O volante recebeu na esquerda, puxou para o centro e finalizou no ângulo direito para marcar um belo gol na Arena da Baixada.

Marcos Rocha - Palmeiras - Ituano - Campeonato Paulista

Palmeiras goleia Ituano em sua estreia no Campeonato Paulista

Com boa atuação no segundo tempo, o Palmeiras venceu o Ituano por 4 a 0 nesta quarta-feira (22), e estreou com vitória no Campeonato Paulista.

O duelo válido pela primeira rodada do Paulistão foi realizado no Novelli Júnior, em Itu.

Os gols do Palmeiras foram anotados por Marcos Rocha, Lucas Lima e Zé Rafael.

Com a vitória, o Palmeiras segue invicto sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, tendo sido campeão na Florida Cup com uma vitória e um empate.

Essa é a quinta passagem do treinador pelo Palmeiras, tendo Luxemburgo sido o único técnico campeão paulista pelo clube nos últimos 44 anos.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste final de semana pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

O Ituano viaja para Barueri e enfrenta o Oeste, na Arena Barueri, neste sábado (25), às 17h.

Já o Palmeiras recebe o São Paulo, na Fonte Luminosa, em Araraquara, em seu primeiro clássico na temporada. O duelo será realizado neste domingo (26), às 16h.

O JOGO

O primeiro tempo de partida mostrou duas equipes ainda buscando seu melhor ritmo na temporada, com o Ituano recuado e o Palmeiras não conseguindo furar o bloqueio da equipe do interior paulista.

As melhores chances da etapa inicial foram em finalizações de média distância. Aos 31 minutos, Lucas Lima recebeu de Gabriel Menino e finalizou para defesa de Pegorari. No minuto seguinte, Marcos Serrato avançou no contra-ataque e finalizou perto do poste direito de Weverton.

Para o segundo tempo, Luxemburgo apostou em Gabriel Veron no lugar de Raphael Veiga e a alteração foi bem sucedida. O Palmeiras voltou mais vertical, conseguindo pressionar a saída de bola do Ituano.

Aos quatro minutos, Lucas Lima lançou Gabriel Menino que finalizou em cima da marcação. A bola sobrou para Marcos Rocha, que cruzou na medida para Ramires. O volante pegou de raspão na bola, que passou perto do poste direito.

A pressão do Palmeiras continuou e aos seis minutos a equipe abriu o placar. Luiz Adriano fez o pivô e lançou Dudu na esquerda. O atacante tentou a finalização, mas foi travado e a bola ficou com Marcos Serrato, mas o meia errou o corte de cabeça e Marcos Rocha emendou de primeira no canto direito para balançar as redes.

Outra saída errada de bola do Ituano resultou no segundo gol do Palmeiras aos 12 minutos. Baralhas foi pressionado e tocou nos pés de Dudu, que rolou para Lucas Lima invadir a área e finalizar firme no canto direito para ampliar o placar.

O Palmeiras ainda conseguiu transformar o placar em goleada. Primeiro aos 29 minutos, Gabriel Veron lança Dudu na esquerda e o atacante rola para a chegada de Marcos Rocha. O lateral cruza no primeiro poste e Zé Rafael mandou de letra para marcar belo gol no Novelli Júnior.

Já aos 33 minutos, Dudu encontrou Zé Rafael na direita e o meia serviu Willian na área. O atacante bateu na saída de Pegorari e marcou o quarto gol do Palmeiras no jogo.

O Ituano criou duas boas chances para diminuir o placar no final do jogo. Aos 37 minutos, Luizinho arriscou uma bicicleta da marca do pênalti e Weverton fez excelente defesa. No minuto seguinte, Jonas fez o pivô e serviu Gabriel Taliari, que na pequena área, mandou a bola na arquibancada.

Londrina - Cianorte - Campeonato Paranaense - Miullen

Londrina vence Cianorte e segue invicto no Campeonato Paranaense

Com dois jogadores a mais em campo durante quase todo o segundo tempo, o Londrina superou a retranca do Cianorte e venceu o rival por 1 a 0 nesta quarta-feira (22), seguindo invicto no Campeonato Paranaense.

O duelo válido pela segunda rodada rodada do Campeonato Paranaense foi realizado no Estádio do Café, em Londrina.

O gol da vitória do Tubarão foi marcado por Miullen.

O Londrina chegou assim a seis pontos em dois jogos disputados, enquanto o Cianorte fica estacionado com três pontos na tabela.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste final de semana pela terceira rodada do Campeonato Paranaense.

O Londrina coloca sua invencibilidade em teste contra o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba. O duelo será realizado às 17h, deste sábado (25).

Já o Cianorte atua neste domingo (26), no Albino Turbay, contra o União Beltrão.

O JOGO

A primeira chance do jogo foi do Cianorte logo no primeiro minuto. Buba avançou pela direita e cruzou na medida para Hélio Paraíba, que cabeceou muito perto do poste direito.

O Londrina respondeu aos 28 minutos. Júlio Rusch lançou Miullen na área e o atacante rolou para o meio da área, mas nenhum atacante chegou para completar e a defesa do Cianorte fez o corte.

Nova chance do Londrina aos 38 minutos. Miullen ajeitou para Matheus Bianqui, que pegou firme para boa defesa de Bruno. No rebote, Miullen tentou aproveitar, mas foi travado no chute.

Aos 44 minutos, Maurício Barbosa impediu contra-ataque do Londrina de forma violenta e foi expulso de forma direta. O zagueiro levantou o pé e acertou o peito de Uelber.

A situação ficou ainda mais complicada para o Cianorte logo aos três minutos do segundo tempo. Matheus Bianqui puxou contra-ataque e foi derrubado por Zé Vitor perto da área. Como era o último homem da defesa, o volante recebeu o cartão vermelho direto.

Na cobrança de falta, Raí mandou a bola com efeito perto do travessão de Bruno.

A pressão do Londrina resultou em gol aos 21 minutos. Marcelinho fez jogada pela direita e cruzou na área. Augusto ganhou pelo alto e escorou para boa defesa de Bruno, mas o rebote caiu nos pés de Miullen que finalizou para a meta vazia para abrir o placar.

Bruno ainda evitou um placar mais dilatado aos 24 minutos. Igor Paixão rolou para Danilo na entrada da área e o meia finalizou firme para grande intervenção do goleiro.

O Londrina ainda teve o meia Matheus Bianqui expulso nos acréscimos, após matar contra-ataque do Cianorte no meio de campo.

ossada, bocaiúva do sul, curitiba, denúncia anônima, idoso, crime, suspeito, polícia civil, paraná, pcpr

Ossada encontrada pela Polícia do Paraná ajuda a esclarecer crime cometido há 2 anos

Uma denúncia anônima levou a PCPR (Polícia Civil do Paraná) a encontrar uma ossada de um idoso de 67 anos em Bocaiúva do Sul, na região metropolitana de Curitiba. A descoberta ajudou os investigadores a concluir uma investigações que começou há dois anos.

De acordo com a Polícia Civil do Paraná, se tratava de Lourival Farias dos Santos, que estava desaparecido desde 2018. Conforme a polícia, o suspeito já foi identificado pela PCPR.

A ossada foi encontrada na última segunda-feira (20) em uma região rural de Bocaiúva do Sul, na região metropolitana de Curitiba. A localização foi repassada por meio de uma denúncia anônima. A PCPR deslocou uma equipe para fazer buscas e escavações.

Exames de perícias papiloscópicas foram necessários para a identificação do cadáver. De acordo com a Polícia Civil do Paraná, o suspeito do crime contra o idoso ainda não foi encontrado.

psg neymar lyon final Copa da Liga Francesa

PSG vence com brilho de Neymar e encara o Lyon na final da Copa da Liga Francesa

O PSG venceu o Stade de Reims por 3 a 0 e avançou à final da Copa da Liga Francesa, onde vai encarar o Lyon. O duelo desta quarta-feira (22) foi realizado no estádio Auguste Delaune e contou com mais uma ótima atuação de Neymar.

A final da Copa da Liga Francesa está marcada para o dia 4 de abril.

O PSG é pentacampeão seguido do torneio, mas já levantou oito taças – 1995, 1998, 2008, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018, enquanto o Lyon só conquistou a Copa em 2001.

NEYMAR EM ALTO NÍVEL

O brasileiro segue em grande fase. Ao todo, ele soma 64 gols e 36 assistências em 74 jogos pelo PSG.

Ele quem criou as jogadas dos dois primeiros gols da partida, dando assistência para Marquinhos abrir o placar aos oito minutos de jogo. O camisa 10 cobrou o escanteio e o defensor subiu bem para testar firme.

Depois, aos 30 minutos, Neymar cobrou falta na área do Reims e Konan, contra, aumentou a vantagem parisiense. Por fim, Munetsi acabou expulso e facilitou o trabalho dos visitantes. Para fechar o placar, Kouassi completou o rebote do goleiro Rajkovic e anotou o terceiro.

Contudo, o lance que mais chamou a atenção foi um passe do camisa 10 com a bunda. Assista!

PSG LIDERA O CAMPEONATO FRANCÊS

Os parisienses lideram o Campeonato Francês com folga. São 49 pontos conquistados, oito  à frente do Olympique de Marseille. Além disso, o time comandado pelo alemão Thomas Tuchel não perde há 15 jogos.

Do outro lado, o Stade de Reims ainda sonha com uma vaga para a Champions League. A equipe é a oitava colocada, com 29 pontos, três a menos que o Nantes, quarto colocado. Lyon, Monaco e Angers têm a mesma pontuação, enquanto o Lille soma 31 pontos e Montpellier 30.

Na próxima rodada, marcada para esse final de semana, o PSG encara o Lille. O duelo está marcado para às 17h do próximo domingo (22), no Stade Pierre-Mauroy.

Já o Reims recebe o Metz no sábado (21), às 16h.

Luiz Fux - Sergio Moro - juiz das garantias - STF

Fux suspende implantação do juiz das garantias por tempo indeterminado

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux suspendeu nesta quarta-feira (22) a implantação do juiz das garantias. A decisão não coloca prazos para a medida ser retomada e recebeu elogios do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Fux dessa forma revogou decisão do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que havia determinado no último dia 15 a implantação do juiz das garantias por seis meses.

O juiz das garantias foi aprovado pelo Congresso Nacional dentro do pacote anticrime e foi sancionado em dezembro pelo presidente Jair Bolsonaro. Desde sua inclusão no projeto, a medida recebeu críticas de Moro.

“Uma mudança estrutural da Justiça brasileira demanda grande estudo e reflexão. Não pode ser feita de inopino. Complicado ainda exigir que o Judiciário corrija omissões ou imperfeições de texto recém aprovado, como se fosse legislador positivo. Excelente ainda a ideia de realização de audiências públicas na ação perante o STF, o que na prática convida a todos para melhor debate”, comemorou Moro em sua conta no Twitter.

O QUE É O JUIZ DAS GARANTIAS?

Pelo projeto aprovado pelo Congresso, o juiz das garantias terá a responsabilidade de acompanhar os inquéritos e analisar os pedidos de quebra de sigilo e prisão provisória, até o recebimento da denúncia. Sua ação termina assim que o processo entrar na ação penal.

Dessa forma, dois juízes terão a responsabilidade em um processo criminal. Um acompanhando a investigação e o outro com a missão de julgar o réu. A decisão de Toffoli já estabeleceu que os juízes de garantias não serão aplicados em processos que se enquadrem na Lei Maria da Penha e os da alçada dos Tribunais do Júri e da Justiça Eleitoral.

A principal defesa para a implantação do juiz de garantias é permitir maior imparcialidade e segurança jurídica nas decisões do Judiciário.

sergio moro, ministro moro, moro, sergio moro twitter, sérgio moro, juiz de garantias, luiz fux, fux suspende, fux derruba, fux liminar, ministro fux, stf, supremo, o que é juiz de garantias

Moro e Deltan elogiam decisão de Fux que suspende juiz das garantias

O Ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro elogiou nesta quarta-feira (22) a decisão do ministro Luiz Fux que suspende, por tempo indeterminado, a implantação do juiz das garantias. A decisão em caráter liminar é válida até que a proposta seja analisa pelo plenário do STF (Supremo Tribunal Federal).

“Sempre disse que era, com todo respeito, contra a introdução do juiz de garantias no projeto anticrime. Cumpre, portanto, elogiar a decisão do ministro Luiz Fux”, afirmou Sergio Moro, em uma rede social.

Moro afirmou que a discussão não se trata de ser contra ou a favor do juiz das garantias. Para o ministro, uma mudança estrutural deste porte demanda estudo e reflexão.

“Não pode ser feita de inopino. Complicado ainda exigir que o Judiciário corrija omissões ou imperfeições de texto recém aprovado, como se fosse legislador positivo”, completou o ex-juiz.

Além disso, Sergio Moro também elogiou a ideia de realização de audiências públicas na ação perante o STF. De acordo com o ministro da Justiça, a medida estimula o debate.

O procurador-chefe da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, classificou a decisão do ministro do STF Luiz Fux como uma “ótima notícia”.

“Em vez de reformas que melhorem nosso sistema de justiça que é disfuncional contra poderosos, as mudanças vêm trazendo retrocessos ou criando insegurança jurídica no trabalho anticorrupção”, comentou o procurador da República.

O QUE É O JUIZ DAS GARANTIAS CRITICADO POR MORO

Na prática, o texto estabelece que o juiz que cuida do processo criminal não será o responsável pela sentença do caso. Ou seja, cada processo terá a participação efetiva de dois juízes, medida que garantirá a imparcialidade do julgador.

Além disso, o texto criado pelos parlamentares desagrada Moro por ser uma espécie de resposta à publicação de diálogos entre Moro e procuradores da Operação Lava Jato, como Deltan Dallagngol, divulgados pelo site The Intercept.

Inclusive, quando o pacote anticrime foi sancionado, Moro teve uma comemoração tímida. “Não é o projeto dos sonhos”, declarou apesar de reconhecer que existem avanços na proposta.

Existia a expectativa, por parte do ministro, que o Bolsonaro iria vetar esse ponto do pacote anticrime. Contudo, o presidente deixou o juiz de garantias passar, mesmo vetando outros 25 pontos do projeto.

Não está claro como juiz de garantias vai funcionar, diz Moro