Veja dicas para manter seu pet saudável no inverno

Redação


As temperaturas baixas não afetam apenas as pessoas. Embora existam espécies mais “preparadas” para o frio – como o Husky e São Bernardo ou os gatos Persa e Sagrado -, até mesmo elas podem sofrer no inverno, segundo a médica veterinária da Casa do Produtor, Dra Consuelo Martin Ferreira.

Por isso, é preciso ficar atento a sinais como orelhas e patas muito geladas, tremedeiras ou alterações no comportamento. Se o pet estiver muito encolhido ou dormindo demais, também pode ser por conta do frio. Se eles permanecerem por muito tempo sem proteção, o risco de problemas relacionados às temperaturas baixas aumenta.

Segundo a veterinária, as doenças mais comuns entre cães e gatos são traqueobronquite e pneumonia. Os gatos ainda tem a possibilidade de desenvolver asma.

“A aplicação da vacina da gripe nos cães pode evitar esses problemas. De uma forma geral, o mais importante é agasalhar os animais e deixar caminhas quentes longe de lugares úmidos e com muito vento”, resume.

Veja algumas dicas para mentar seu pet saudável no inverno:

1. Se o tempo está muito frio para você, também estará para o seu pet. Mantenha-o em um lugar aquecido e quentinho durante o inverno.

2. Não deixe que o bichinho saia do banho morno direto para o ar gelado para não sentir choque térmico. O ideal é secá-lo com secador e esperar um pouco para deixá-lo ao ar livre. Nos dias mais frios é melhor evitar o banho ou levar em um pet shop.

3. Mantenha seu pet agasalhado com roupinhas apropriadas ao clima. Principalmente os cães de pelo curto necessitam de agasalho para combater o frio.

4. Se o seu pet estiver inquieto, tremendo, parecer ansioso, mais lento ou parar de se mover, fraco ou procurar lugares quentes para cavar, leve-o para dentro de casa imediatamente. Esses podem ser sinais de hipotermia. Se os sintomas persistirem, leve-o ao veterinário.

5. As aves devem ficar em locais mais quentes, longe de correntes de ar, e a gaiola deve ser coberta com um cobertor. Outra alternativa é aquecer o ambiente com um aquecedor elétrico.

6. Animais filhotes e idosos, ou com alguma condição física preexistente são mais sensíveis e devem receber atenção redobrada no frio.

7. Não deixe seu cachorro molhado. Na volta de passeios, sempre utilize uma toalha ou secador para deixá-lo sequinho.

8. Não descuide da alimentação, nem da água. Seu pet deve ser hidratado em todas as época do ano.

Previous ArticleNext Article