2 milhões de pessoas já morreram por covid-19 no planeta

Redação

coronavírus covid-19 mundo mortes

Nesta sexta-feira (15), o mundo alcançou a marca de duas milhões de mortes causadas pelo coronavírus. De acordo com o monitoramento da Universidade Johns Hopskins, dos Estados Unidos, são 2.000.905 óbitos e 93.418.283 infectados em todo o planeta.

Vale lembrar que o mundo inteiro chegou a um milhão de mortes no dia 29 de setembro de 2020. Ou seja, levaram cerca de dez meses para chegar à metade de vítimas e outros três meses para dobrar os números.

Os Estados Unidos lidera os piores índices e tem mais de 23 milhões de infectados. A Índia, com 10,5 milhões de casos confirmados, aparece em segundo lugar. O Brasil, com 8,3 milhões de confirmações, fecha o pódio. Rússia, Reino Unido e França são os países com maior número de pessoas que já contraíram o vírus.

Os EUA ainda acumulam 389.581 mortes. Já o Brasil supera a Índia no número de óbitos: 207.095 brasileiros perderam a vida para a doença, assim como 151.918 indianos.

BRASIL CORRE PELA VACINA CONTRA A COVID-19

Enquanto pelo menos 50 países já iniciaram a vacinação contra o coronavírus, o Brasil ainda corre atrás dos preparativos. Neste domingo (17) a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) define se aprova, ou não, o uso emergencial das vacinas Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac, e da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford com o laboratório AstraZeneca.

O governo de São Paulo já possui doses da vacina, mas o governo federal ainda tenta buscar as vacinas de Oxford na Índia. No início da tarde desta sexta (15), o Itamaraty confirmou que haverá atraso na entrega, o que deve adiar o início da vacinação. De acordo com a Frente Nacional dos Prefeitos, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, tinha anunciado que a vacinação contra o coronavírus seria iniciada no dia 20 deste mês.

Apesar do atraso, os municípios já desenvolvem os planos municipais de imunização. Em Curitiba, a primeira fase vai ser concentrada em um pavilhão no Parque Barigui e imunizará os grupos prioritários.

Previous ArticleNext Article