Projeto incentiva cadastro de bikes para aumentar a segurança de ciclistas

Redação e Assessoria


Paranaenses agora podem cadastrar suas bicicletas em uma plataforma digital que tem o objetivo de coibir furtos e roubos e ajudar na resolução desses casos.

No Governo Digital, plataforma que reúne serviços públicos disponíveis no estado, é possível cadastrar número de série, marca e cor, fotos da bike, entre outros dados.

A iniciativa faz parte do projeto Minha Bike Segura, lançado neste domingo (11), em Curitiba.

“Essa nova funcionalidade vai facilitar a localização e a resolução de casos de furtos de bicicleta em todo o Estado do Paraná”, disse a governadora Cida Borghetti na cerimônia de lançamento.

Nesse primeiro momento, a funcionalidade tem como objetivo formar um banco de dados com informações sobre as bicicletas. Em uma próxima etapa, a polícia terá acesso a essas informações, o que dará mais condições de encontrar uma bike roubada.

“A ideia do projeto é trazer mais segurança para quem pedala. Com o cadastro da bicicleta, a Delegacia de Furtos e Roubos pode consultar o banco de dados do Governo Digital e localizar o proprietário”, explicou o coordenador do programa, Marco Aurélio Barbosa.

A Delegacia de Furtos e Roubos, em Curitiba, atende diariamente ciclistas que tiveram seu veículo furtado ou roubado, afirmou o delegado-adjunto Emmanoel David.

“É muito difícil em uma investigação saber o destino dessa bicicleta. Com esse sistema, os policiais podem fazer essa verificação. Na abordagem dos receptadores, será possível confirmar pelo número de série se a bicicleta é ou não roubada”, explicou.

O objetivo é ampliar o programa, futuramente, para outros itens, como celulares.

Para fazer o cadastro, basta acessar o Governo Digital.

Para ter acesso aos serviços é necessário ter a Identidade Digital, disponível para quem fez recentemente uma coleta biométrica por meio da emissão de documentos como a Carteira Nacional de Habilitação ou a Carteira de Identidade.

Quem ainda não fez, pode procurar os postos e totens do Detran ou do Instituto de Identificação do Paraná para fazer o cadastro. Ainda assim, mesmo quem não cadastrou a biometria pode se conectar ao site para acessar as informações sobre os diversos serviços do governo estadual.

Previous ArticleNext Article