9,6% participam do amigo secreto para não serem antissociais

Mariana Ohde


57,2% dos consumidores devem participar do tradicional amigo secreto de fim de ano, segundo um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). 20,4% dos entrevistados disseram que participar da brincadeira é uma forma de gastar menos e 28,5% afirmam gostar da tradição. Outros 9,6% afirmaram que participam da brincadeira para não serem vistos como antissociais.

Entre os consumidores que não querem participar do amigo secreto neste ano (42,8% do total), 22,5% afirmam ter medo de ganhar presentes indesejados ou ruins e 20,3% dizem que não têm dinheiro para participar.

Na média, os consumidores pretendem participar de um ou dois amigos secretos, principalmente da família (61,1%) e grupos de convivência, como amigos (43,8%) e colegas de trabalho (29,3%). O gasto médio dos presentes deve ficar em torno de R$ 55,18,uma queda de 0,5% em relação a 2015 (R$51,10), descontando a inflação acumulada no período.

A pesquisa ouviu 600 consumidores em 27 capitais. A margem de erro é de no máximo 4,0 p.p, respectivamente. A uma margem de confiança de 95%.

Compras de Natal

107,6 milhões de brasileiros devem presentear alguém neste Natal. 72,2% dos consumidores pretendem comprar presentes para terceiros e apenas 7,4% das pessoas consultadas disseram que não vão presentear ninguém. 20,4% ainda não se decidiram – são 30,4 milhões de indecisos. O gasto médio por presente deve cair para R$ 109,81, uma queda real de 5,34% em relação a 2015 (R$ 106,94).

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="402927" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]