Aplicativo paranaense entra no páreo da comida pela internet

Narley Resende


O curitibano tem a partir dessa semana mais uma opção de aplicativo para pedir comida. Criado em Maringá, o Aiqfome chega à capital com o desafio de competir com os gigantes do setor – “Ifood” e “Pedidos Já”.

A aposta, segundo os seus sócios, é unir a melhor experiência para os usuários e restaurantes a um suporte ágil e fácil. Com um modelo exclusivo de licenciamento, a empresa fundada em 2007 vem crescendo 20% ao mês, e hoje é a 3ª maior plataforma do mercado de delivery online nacional, segundo a empresa.

Além do aplicativo para IOS e Android, há possibilidade de pedir as comidas pelo site. “Somos, acima de tudo, usuários e queremos oferecer a melhor experiência possível para os nossos clientes”, afirma Igor Remigio, CEO do Aiqfome.

O início da operação em Curitiba vem no momento em que a empresa paranaense registra mais de 35 mil pedidos mensais, em 41 cidades de sete estados (Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Maranhão, São Paulo e Mato Grosso).

Curitiba

A entrada na capital é vista como estratégica para a empresa que, até então, focava a atuação em médias cidades do interior. Para isto, o aplicativo já conta com mais de 50 restaurantes à disposição dos clientes, como: Carolla D.O.C, Abaré, Beto Batata, Peixe Frito, Ernesto Ristorante, Genius, Porta Romana, Croasonho, Suggus, Rock and Honda, entre outros.

Outro ponto destacado pelo CEO é o fato da operação ser local, o que reduz custos, dá mais agilidade e cria condições para soluções que atendam  demandas específicas. “Nossos licenciados são os donos do negócio também. Têm a autonomia de negociar os contratos e propor ações de marketing direcionadas”.

MKT – Aliás, as mídias online são os principais destinos das verbas de marketing da startup. Páginas no Facebook e o perfil no Instagram trazem promoções, sorteios e brindes destinados e segmentados para atingir o público-alvo.

Remigio afirma, ainda, que a concorrência não assusta: “pelo contrário, é estimulante”, já que o mercado ainda é novo e há um altíssimo potencial de crescimento.

“Hoje, nove a cada 10 pedidos de delivery ainda são realizados pelo modo tradicional, via telefone. Com a popularização das soluções de delivery online como o Aiqfome, estimamos que em poucos anos os pedidos online irão ultrapassar os por telefone, como ocorreu em 2015, nos Estados Unidos”.

Mais informações: http://www.aiqfome.com

(Com informações da assessoria)

Previous ArticleNext Article