Aprovados em concurso para agente penitenciário cobram nomeações

Com assessoria Candidatos aprovados no concurso para agente penitenciário realizado em 2013 pelo governo do estado do Pa..

Redação - 27 de janeiro de 2017, 10:56

Com assessoria

Candidatos aprovados no concurso para agente penitenciário realizado em 2013 pelo governo do estado do Paraná, mas que não foram convocados à época por estarem fora do número de vagas disponíveis, reivindicam agora sua nomeação.

Um grupo de pouco mais de 30 candidatos ingressou na Justiça, argumentando que, desde a realização do concurso, novas vagas foram abertas e que, portanto, eles têm direito de pleitear a nomeação.

O concurso, referente ao edital nº 016/2013, tinha vigência de dois anos e foi prorrogado por mais dois anos. Desta forma, o certame está em vigência até junho de 2017 e por isso os candidatos pedem que sejam imediatamente contratados.

Nesses três anos, cerca de 160 novas vagas foram abertas por causa de demissões, exonerações, mortes e outras medidas.

Com a sequência de rebeliões e protestos registrados em penitenciárias de diversas partes do Brasil nos últimos meses, inclusive no Paraná, ficaram evidenciadas, segundo os candidatos, as necessidades de ampliação do quadro de agentes penitenciários.

O grupo denuncia que pessoas têm sido contratadas pelo regime de PSS (Processo Seletivo Simplificado) como “agentes de cadeia pública” e deslocados para penitenciárias, o que configuraria uma irregularidade.