Avião com 28 pessoas cai no leste da Rússia, e autoridades dizem que não há sobreviventes

Folhapress


Um avião com 28 pessoas a bordo caiu no extremo leste da Rússia nesta terça-feira (6), de acordo com informações das agências de notícias do país. Segundo autoridades, não há sobreviventes entre os 22 passageiros e seis tripulantes.

O turboélice bimotor Antonov An-26 viajava de Petropavlovsk-Kamchastky com destino a Palana, um vilarejo no norte da península de Kamchatcka onde deveria ter pousado por volta de 2h50 (horário de Brasília), quando perdeu contato com o controle de tráfego aéreo. A prefeita de Palana, Olga Mokhireva, estava entre os passageiros.

De acordo com a agência Interfax, o avião teria colidido contra um penhasco enquanto se preparava para pousar em condições de baixa visibilidade. O tempo na área estava nublado e a aeronave, em serviço desde 1982, não conseguiu fazer a aterrissagem.

A autoridade de aviação civil da Rússia confirmou a localização dos destroços -a cerca de quatro ou cinco quilômetros do aeroporto de Palana- e disse que o trabalho de resgate, que envolve um helicóptero, veículos especiais e ao menos 26 socorristas, está sendo mais difícil devido às condições geográficas da região.

À Interfax, o serviço de imprensa da marinha russa informou que parte da fuselagem do avião está em terra, e outra parte no mar, a cerca de quatro quilômetros da costa.

Os padrões de segurança da aviação russa melhoraram nos últimos anos, mas os acidentes, especialmente envolvendo aviões antigos em regiões remotas, não são incomuns. Ainda faltam padrões de manutenção e de segurança, razão pela qual o país registrou vários acidentes aéreos graves recentemente.

O último ocorreu em maio de 2019, quando um Sukhoi Superjet da companhia aérea russa Aeroflot pegou fogo ao fazer um pouso de emergência na pista de um aeroporto de Moscou, deixando 41 mortos.

O Antonov An-26 é um tipo de avião da era soviética, ainda usado para voos militares e civis em alguns países, apesar de ter se envolvido em dezenas de acidentes mortais desde que entrou em serviço, há cerca de 50 anos.

Em 2012, um Antonov-28, modelo semelhante ao que caiu nesta terça-feira, caiu em uma floresta de Kamchatka em um acidente que matou 10 pessoas ao longo da mesma rota. Os investigadores disseram que os dois pilotos estavam bêbados no momento da queda.

No domingo (4), um avião militar caiu no sul das Filipinas e deixou ao menos 53 mortos e dezenas de feridos, de acordo com o governo local. O acidente aconteceu depois de a aeronave perder o controle durante a aterrissagem.

Nesta terça, autoridades filipinas recuperaram a caixa-preta do avião, com dados sobre o voo e os registros de voz da cabine, o que permitirá que os investigadores ouçam as conversas dos pilotos e da tripulação para esclarecer as causas do acidente.

O Ministério de Situações de Emergência flagrou o local que a aeronave caiu durante o pouso, assim como os seus destroços. Veja abaixo!

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="773946" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]