Avião com Eduardo Bolsonaro e outros políticos arremete no RS

Aeronave decolou em Brasília e iria pousar no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Porém, devido à instabilidade no tempo, o voo foi para Florianópolis.

Redação - 28 de abril de 2022, 18:03

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Um avião que transportava o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) arremeteu na tarde desta quinta-feira (28). A aeronave decolou em Brasília e iria pousar no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Porém, devido à instabilidade no tempo, o voo foi para Florianópolis.

Além do parlamentar, que é filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), estavam no voo os seguintes políticos:

  • Paulo Pimenta, deputado federal pelo PT
  • Fernanda Malchionna, deputada federal pelo PSOL
  • Lucas Redecker, deputado federal pelo PSDB
  • Covatti Filho, deputado federal pelo PP
  • Dionilso Marcon, deputado federal pelo PT
  • Outros vereadores e prefeitos de municípios brasileiros

O avião com Eduardo Bolsonaro e outros políticos pertence à companhia aérea Gol Linhas Aéreas. A arremetida e transferência de local de pouso aconteceu após um forte temporal na região. A instabilidade provocou turbulências no trajeto de Brasília até Porto Alegre.

Na tentativa de aterrissagem, o piloto optou por arremeter e a conduzir a aeronave até a cidade de Florianópolis. O trajeto foi retomado assim que o aeroporto porto-alegrense apresentou melhores condições para o pouso.

Por meio de nota, a Gol disse: "O voo 1923, entre Brasília e Porto Alegre, alternou seu destino para Florianópolis devido a condições meteorológicas adversas. Após o pouso em solo catarinense, a aeronave foi reabastecida e seguiu para POA, com aterrissagem às 14h20, hora local. A Gol reforça que os procedimentos adotados seguiram todos os padrões de segurança".

DEPUTADOS FALAM SOBRE A ARREMETIDA DO AVIÃO

Paulo Pimenta foi um dos primeiros a informar o caso. "O voo da Gol 1923, que partiu de Brasília com destino a Porto Alegre, deveria ter pousado às 11h45. Após enfrentar forte turbulência, com ventos fortes e grande área de instabilidade, o piloto arremeteu e levou a aeronave para Florianópolis", disse o petista.

Já Fernanda Melchionna postou uma foto com a legenda: "Já em solo gaúcho depois do susto com o vôo da Gol 1923, que precisou arremeter após risco de pouso em Porto Alegre. Agradeço a todos pela preocupação e boas vibrações. E principalmente ao comandante e tripulação que conduziram todos com segurança".

O tucano Lucas Redecker agradeceu às mensagens de preocupação e afirmou estar tudo bem. "Quero informar que tudo ocorreu bem, já desembarcamos em Porto Alegre e sigo em viagem para o interior do estado", tweetou.

Covatti Filho informou que o trajeto seria retomado na sequência até o Rio Grande do Sul: "Estamos decolando novamente, rumo a capital gaúcha, com condições meteorológicas melhores".

Eduardo Bolsonaro e Dionilso Marcon foram os únicos deputados federais que não se pronunciaram no Twitter.