Coronavírus: brasileiros retirados na Tailândia pedem ajuda para voltar ao Brasil

Mirian Villa

brasileiros-retirados-tailandia

Um grupo de brasileiros, estimado em 200 pessoas, está preso na Tailândia após vôos e conexões para o Brasil serem cancelados. Eles pedem ajuda do Governo para conseguir retornar, já que entre o grupo estão crianças e pessoas que fazem utilização de medicamento controlado.

Nesta terça-feira (24), o Primeiro-Ministro tailandês, Prayut Chan-o-cha, anunciou que em decorrência do aumento de casos de coronavírus, o país entrará em estado de emergência a partir da quinta-feira (26). Entre as medidas do decreto está a proibição de viagens.

EMBAIXADA BRASILEIRA EM BANGKOK TENTA FRETAR VÔO PARA BRASILEIROS

Apesar do decreto entrar em vigor apenas na quinta-feira, as companhias áreas decidiram cancelar os vôos nesta segunda-feira (23). Muitos brasileiros reclamam que as empresas não oferecem suporte para conversa.

Ontem, a Embaixada do Brasil em Bangkok informou que está tentando fechar um vôo com a Ethiopian Airlines para São Paulo, porém horas depois, afirmou que não conseguiu o resultado desejado.

“Eles [companhia área] não deram nenhuma informação de data, passagem, preços…talvez eles ainda estejam inseguros em relação ao custo e a possibilidade de trazer um avião para cá [Tailândia] só para o transporte. De qualquer forma, estamos debatendo e eles deram a ideia de fazer um vôo fretado. Estamos ainda explorando essa possibilidade com outras empresas”, afirmou um dos representantes da embaixada que está fazendo a negociação com as empresas.

O órgão pede ainda para que todos os brasileiros que estão retirados na Tailândia preencham um formulário, com o objeto de colher informações e preparar uma lista de identificação.

Além disso, o órgão também permitiu os brasileiros a extenderem o visto de permanência na Tailândia, caso queiram. Para isso, é preciso enviar um e-mail para o consulado nos endereços: consular.bangkok@itamaraty.gov.br e vera.valladares@itamaraty.gov.br, com assunto: ‘carta de extensão de visto’.

Em seguida, no corpo do e-mail, a pessoa deve descrever brevemente sua situação, dados pessoais e anexar uma cópia da página de identificação do passaporte.

BRASILEIROS PEDEM AJUDA PARA SAIR DA TAILÂNDIA

Heleal Augusto Cavallari dos Santos, morador de Curitiba, pediu ajuda ao Brasil. “Por favor, Governo Brasileiro, mande um avião aqui, as fronteiras não estão fechadas e tem muita gente precisando de ajuda.”

“O pessoal [governo brasileiro] já sabe que estamos aqui, mas tem todo o gerenciamento de crise no Brasil, e eles precisam mandar vôos para outros países e depois eles podem vir para cá. Precisamos estar todo mundo em um ponto só”, disse Jonas Henrique Valdez Come, que está na Tailândia em contato com algumas autoridades brasileiras.

Previous ArticleNext Article