Caso Henry: vereador Dr. Jairinho é preso no Rio de Janeiro pela morte de criança

Redação

Caso Henry: vereador Dr. Jairinho é preso no Rio de Janeiro pela morte de criança

O vereador Dr. Jairinho (SD) foi preso temporariamente na manhã desta quinta-feira (8), no Rio de Janeiro, pela morte de Henry Borel Medeiros, filho de sua namorada. A mãe da criança, Monique Medeiros, também foi presa.

Inicialmente o caso foi tratado como um acidente, como se o menino tivesse caído da cama, já que o vereador e Monique chegaram no hospital com essa versão da história. Porém, as perícias do IML (Instituto Médico Legal) indicaram que a criança, de apenas quatro anos, havia sido vítima de agressões.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro acredita que Henry Borel Medeiros foi alvo de tortura, por parte de Dr. Jairinho, uma semana antes de morrer. Segundo as investigações, a mãe sabia das agressões realizadas pelo namorado.

O caso aconteceu no dia 8 de março, logo após a criança passar um fim de semana na casa do pai. Conforme a polícia, a criança morreu no apartamento onde Dr. Jairinho e Monique moravam, na Barra da Tijuca.

O celular de uma babá foi apreendido, onde foi encontrado conversas que comprovam que a trabalhadora também sabia das agressões realizadas pelo vereador contra a criança. O vereador e a mãe do menino devem prestar depoimento ainda nesta manhã e, em seguida, devem ser encaminhados para o sistema carcerário.

Previous ArticleNext Article