Caso Tatiane Spitzner: Manvailer vai a julgamento nesta semana

Redação

Manvailer vai a julgamento

Está marcado para os dias 3 e 4 de dezembro o julgamento de Luis Felipe Manvailer, no caso da morte da advogada Tatiane Spitzner. Ela caiu do quarto andar de um prédio na cidade de em Guarapuava, no interior do Paraná, em julho de 2018. O IML (Instituto Médico Legal) constatou que a advogada foi morta por asfixia. As informações são da BandNews FM Curitiba.

O laudo elaborado pelos médicos legistas dizia que “o meio utilizado foi a esganadura”. Antes do laudo, a hipótese era que Tatiane teria morrido após ter sido jogada do prédio. O caso aconteceu na madrugada do dia 22 de julho de 2018 e ganhou ampla repercussão nacional e internacional. Filmagens de câmeras de segurança mostram Luis Felipe Manvailer agredindo a esposa, a advogada Tatiane Spitzner, encontrada morta em casa, em Guarapuava, após cair do quarto andar do prédio onde o casal morava.

Veja entrevista que Manvailer deu no último domingo ao repórter Roberto Cabrini, da TV Record:

 

Manvailer vinha demonstrando agressividade

De acordo com o inquérito, Luz Felipe Manvailer vinha demonstrando agressividade em relação a sua mulher. Após a morte dela, ele ainda tentou fugir, mas acabou preso após bater o carro em uma rodovia no interior do Paraná. Ele estava seguindo em direção ao oeste, possivelmente para sair do país, acredita a polícia. A defesa de Manvailer diz acreditar que vai conseguir provar a inocência do réu, e demonstrar que Tatiane se matou. O Ministério Público e a acusação, no entanto, garantem que ela foi vítima de feminicídio.

 

Leia também: Moradores de Criciúma (SC) vivem horas de terror durante assalto a bancos

Previous ArticleNext Article