Casos de câncer podem aumentar durante pandemia do novo coronavírus

Redação

Segundo um médico oncologista, cada 10% de queda na taxa de cura representa 30 mil mortes a mais no Brasil
Decreto Região metropolitana

A pandemia do novo coronavírus deve impactar no crescimento de casos de câncer, é o que indica o INCA (Instituto Nacional de Câncer). A projeção faz relação do aumento de casos com o adiamento no diagnóstico e tratamento devido ao isolamento social.

De acordo com o acompanhamento do instituto, 625 mil novos casos de câncer devem ocorrer no Brasil em 2020, porém, as chances de cura, devem diminuir em função do comportamento das pessoas diante da Covid-19.

O alerta é do oncologista e professor do curso de Medicina da Universidade Positivo, Luiz Antonio Negrão Dias. Ele chama a atenção para o fato de que cada 10% de queda na taxa de cura, representa 30 mil mortes a mais no Brasil.

De acordo com o médico, com a pandemia a procura de novos pacientes pelas consultas reduziu de 50% a 75% na capital paranaense -e a redução, em maiores ou menores proporções, foi observada em todo o país.

“Enquanto os pacientes estão isolados, a doença está progredindo com risco de que o diagnóstico possa ser retardado a ponto de determinar a diferença entre cura ou não do câncer. Não temos como prever isso agora e muito vai depender da agilidade de diagnóstico e tratamento após a pandemia”, avalia Negrão Dias.

Porém, o não acesso aos serviços de saúde devido ao isolamento social, não se limita apenas ao Brasil. Segundo um estudo da University College London e do DATA-CAN, quase 18 mil pessoas podem morrer de câncer no próximo ano na Inglaterra.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="697013" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]