Chegou a época da cerveja de pinhão

Mariana Ohde


Uma cerveja produzida no Paraná, feita de pinhões da Araucária, ganhou mais uma safra neste mês. A bebida com o DNA paranaense é produzida com insumos do programa “Araucária Mais”, uma iniciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras. O objetivo da iniciativa é conservar a floresta, apostando em produtos renováveis extraídos dela.

A produção da cerveja de pinhão fica por conta da cervejaria Insana, que produz bebidas consumidas em todo o país com produtos como o pinhão e a erva-mate, outra planta nativa do ecossistema paranaense. Segundo o gestor da cervejaria, Pedro Reis, no terceiro ano da cerveja de pinhão no mercado, o crescimento nas vendas é de 120%.

De acordo com ele, os consumidores compram não só pela curiosidade, mas pelo sabor do produto. “A gente indica a temperatura de consumo entre seis e nove graus positivos, uma temperatura um pouco mais ‘quente’ do que o brasileiro é acostumado, para apresentar bem os sabores. Ela é uma cerveja complexa, vários sabores, vários aromas, e isso favorece a harmonização com pratos, principalmente pratos de inverno”, explica.

A nova safra da cerveja de pinhão, que é produzida apenas quando a extração do pinhão é autorizada, no início de abril, deve chegar aos supermercados entre o final de maio e início de junho. Para 2016 serão envasadas 45 mil garrafas, que têm como destino principalmente os mercados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Cerca de 800 quilos de pinhão serão utilizados.

(Com informações da BandNews)

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal