Prepare-se para ver chuva de meteoros a partir desta segunda-feira (19)

Redação


Se você é fã de astronomia ou do céu, não pode perder a chuva de meteoros que acontece em outubro de 2020. Desta vez, será possível ver alguns meteoros riscando o céu até em cidades cheias de luzes artificiais, que geram a chamada poluição luminosa.

A ‘Chuva de Meteoros Orionids‘ é considerada o melhor fenômeno astronômico deste ano e é fácil de achar. Além disso, outros três fatores vão tonar mais convidativa a ideia de passar uma madrugada em claro olhando para o céu. Veja abaixo!

  •  sem luz da lua: deste vez, a lua não irá atrapalhar a observação, pois o nosso satélite natural não estará presente no céu durante a ocorrência da chuva de meteoros Orionids;
  • magnitude dos meteoros: por causa da magnitude dos meteoros, os observadores localizados nas cidades com poluição luminosa poderão contemplar alguns meteoros riscando o céu. Logicamente, melhor será para quem estiver observando os meteoros numa cidade sem poluição luminosa;
  • Fácil de encontrar no céu: localizar a chuva de meteoros Orionids no céu noturno é relativamente fácil porque ela ocorre “perto” das “Três Marias”, que são fáceis identificar no céu;

QUEM PODE OBSERVAR A CHUVA DE METEORO EM OUTUBRO DE 2020? 

Qualquer observador localizado no Brasil, desde que tenha um céu sem nuvens ou com pouca nebulosidade. A madrugada do dia 20 de outubro será o melhor dia para observar o fenômeno, já que a nebulosidade e as condições de chuvas são baixas.

CHUVA DE METEOROS ORIONIDS

A huva de meteoros Orionids é proveniente do cometa Halley. O período de observação dessa chuva está compreendido entre 02 de outubro e 07 de novembro, sendo que o melhor momento de observação irá ocorrer na virada de 19 para 20 de outubro.

Mesmo que as condições meteorológicas não sejam favoráveis entre 19 e 20 de outubro, ainda assim será possível contemplar a chuva Orionids entre as noites de 17 a 22 de outubro. Essa chuva possui incidência de meteoros rápidos, com velocidade de 67 km/s e magnitude aparente de 2.5. Essa magnitude, ou seja, o brilho dos meteoros, permite realizar a observação nas cidades que possuem poluição luminosa.

PARA ONDE OLHAR PARA VER OS METEOROS?

Para poder localizar a constelação do Órion, com suas populares “Três Marias” e o radiante da chuva de meteoros Orionids, o melhor momento de observação será na virada de 19 para 20 de outubro, noite do dia 19 e madrugada do dia 20 de outubro.

Nesse momento a constelação do Órion estará localizada pouco acima da linha do horizonte leste, que o lado oposto ao por do sol. Porém, será a partir da 1 hora da manhã, da madrugada de 20 de outubro que começarão os melhores momentos de contemplação dessa chuva.

Por volta da 1 hora da manhã de 20 de outubro de 2020, terça-feira, a constelação do Órion estará localizada acima do horizonte leste-nordeste. Com o avançar das horas, essa constelação se dirige para sua máxima altura, cruzando o meridiano celeste, que é a linha imaginária que divide a abóboda celeste em duas partes, sendo traçada entre os pontos cardeais norte e sul cruzando o zênite, ponto mais alto do céu, em relação ao observador. Em outras palavras, vire a cabeça e olhe o máximo para cima que puder. Aí você estará olhando para o zênite.

MELHOR HORÁRIO? 

A constelação do Órion irá cruzar o meridiano celeste por volta das 4 horas da manhã. Sem dúvida, esse será o melhor horário de observação dessa chuva de meteoros. Após esse horário, a constelação do Órion e o radiante da chuva de meteoros irão caminhar lentamente para o horizonte oeste.

Porém, antes que ocorra o ocaso de todas as estrelas e dos demais objetos celestes da constelação do Órion, os raios solares irão ofuscar o brilho desses objetos celestes. Isso irá ocorrer por volta das 5 horas da manhã.

A figura abaixo ilustra a região do radiante dessa chuva, por volta das 2 horas da manhã, em 20 de outubro de 2020.

Previous ArticleNext Article