Sociedade Brasileira de Infectologia diz que distanciamento social é fundamental

Redação

coronavírus curitiba casos boletim

Na noite desta terça-feira (24), após o pronunciamento de Jair Bolsonaro, a Sociedade Brasileira de Infectologia divulgou uma nota de esclarecimento. No documento, a SBI diz que ficou preocupada com o presidente ser contra o fechamento de escolas e se referir ao coronavírus como um resfriado.

“Tais mensagens podem dar a falsa impressão à população que as medidas de contenção social são inadequadas e que a COVID-19 é semelhante ao resfriado comum.”

Na nota, a sociedade afirmou que o Brasil está numa curva crescente de casos, com transmissão comunitária do vírus e o número de infectados está dobrando a cada três dias. Em seguida, parabenizou as ações do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e sua equipe.

“Também concordamos que devemos ter enorme preocupação com o impacto socioeconômico desta pandemia e a preocupação com os empregos e sustento das famílias. Entretanto, do ponto de vista científico-epidemiológico, o distanciamento social é fundamental para conter a disseminação do novo coronavírus, quando ele atinge a fase de transmissão comunitária.”

Por fim, a sociedade reforçou que ficar em casa é a resposta mais adequada para a maioria das cidades brasileiras neste momento. Leia aqui a nota de esclarecimento completa!

BOLSONARO CULPA IMPRENSA POR TER CRIADO PÂNICO SOBRE CORONAVÍRUS EM PRONUNCIAMENTO

Em pronunciamento em rede nacional, o presidente da República, Jair Bolsonaro, culpou a imprensa brasileira por ter criado pânico na população com as notícias veiculadas sobre o coronavírus, além de pedir aos governos estaduais e prefeituras que cessem o isolamento para pessoas com menos de 60 anos.

“Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, assim como os sustentos das famílias. Algumas autoridades devem abandonar o terreno de terra arrasada”, apontou Bolsonaro no discurso.

O presidente também negou em mais uma oportunidade que tenha sido infectado com o coronavírus e afirmou que se tivesse sido contaminado não sofreria com problemas por ter “histórico de atleta” e que a doença seria apenas uma “gripezinha”.

Previous ArticleNext Article