Curitiba reduz 50% casos de Aids nos últimos quatro anos

Redação

Curitiba - Aids


Curitiba registrou queda de 50,8% nos casos de Aids nos últimos quatro anos. Os dados foram apresentados pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde), em alusão ao Dia Mundial de Luta contra o HIV/Aids, celebrado neste domingo, 1º de dezembro.

As informações fazem parte do Boletim Epidemiológico HIV/Aids de Curitiba, que avalia a estatística sobre os números da doença na cidade.

Conforme o documento, em 2014, a cada 100 mil habitantes, 24,2 pessoas tinham a doença em Curitiba. Em 2018, esse coeficiente caiu para 12,2. O boletim também mostra a redução de 30% na mortalidade pela Aids nesse mesmo período. O coeficiente de mortalidade passou de 7,8 a cada 100 mil habitantes em 2014 para 5,4 em 2018.

A Secretaria Municipal de Saúde também detectou crescimento de 53% na busca por exames na rede pública nesses quatro anos. Eles são oferecidos nas 111 unidades de saúde de Curitiba.

Outra opção é a testagem rápida, ofertada pelo COA (Centro de Orientação de Aconselhamento), localizado na Rua do Rosário, 144, 6º andar, no Centro. Os homens ainda podem fazer o teste rápido no e-COA, que funciona em horário alternativo, das 17h às 22h, na Rua Brigadeiro Franco, 1300, também no centro de Curitiba.

Curitiba foi a primeira cidade brasileira a receber o certificado do Ministério da Saúde pela eliminação da transmissão vertical do HIV, da mãe para o bebê, com o título frenovado em 2019.

A capital paranaense também foi uma das primeiras cidades do país a ofertar o tratamento aos portadores do vírus diretamente nas unidades de saúde. E foi a primeira no Paraná na oferta da profilaxia pré-exposição (PrEP), recomendada pelo Ministério da Saúde como uma das estratégias de prevenção combinada, sendo voltada para populações com alto risco de infecção pelo vírus.

Previous ArticleNext Article