Curso de programação pode sair de graça se aluno não conseguir emprego

O curso de programação da Kenzie Academy oferece aos seus alunos a chance de pagarem sua mensalidade apenas quando estiv..

Redação - 17 de fevereiro de 2020, 23:02

Pixabay/StartupStockPhotos
Pixabay/StartupStockPhotos

O curso de programação da Kenzie Academy oferece aos seus alunos a chance de pagarem sua mensalidade apenas quando estiverem empregados e com renda mínima de R$ 3 mil. Caso os estudantes não consigam nenhuma vaga em até 60 meses, a graduação não terá custos.

“Acreditamos na eficiência do nosso método. Além do curso, apoiamos nossos estudantes por meio de mentoria de carreira e parcerias que aceleram sua contratação”, explica Daniel Kriger, cofundador e CEO da Kenzie Academy.

Curitiba tem a primeira sede brasileira da startup, que começou suas atividades em 2017, em Indianápolis, nos Estados Unidos. Os alunos podem se inscrever no curso de Desenvolvedor Full Stack (back e front end), com duração de 12 meses. A próxima turma terá aulas a partir de abril e as inscrições podem ser feitas pelo site kenzie.com.br.

Caso o estudante não more em Curitiba, ainda é possível assistir as aulas no modo online, com o mesmo conteúdo e horário do curso presencial.

A startup tem parceria com diversas empresas como Ebanx, James Delivery, Social Wave, Banco Bari, CPlug, Vhsys, LarApp e Sistema Vitto, que ajudam os estudantes a conseguirem emprego no mercado da tecnologia.