Documentário critica projeto que reduz em 70% área de proteção no Paraná

Mariana Ohde


Foi lançado na sexta-feira (27), em Curitiba, o documentário Os Últimos Campos Gerais. A iniciativa do Observatório de Justiça & Conservação do Paraná tem o objetivo de informar a população a respeito do Projeto de Lei 527/2016, que reduz a Área de Proteção Ambiental (APA) da Escarpa Devoniana, nos Campos Gerais, em quase 70%.

O PL 527/2016 pode ser votado ainda em 2017 na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). O texto é de autoria dos deputados Plauto Miró (DEM), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Cláudio Romanelli (PSB), que recentemente retirou sua assinatura do projeto. Na ocasião da retirada, Romanelli declarou que “ouviu a voz das ruas e fez uma autocrítica”.

A Escarpa Devoniana é uma formação geológica que corta 12 municípios entre o primeiro e o segundo planaltos paranaenses. Com 400 milhões de anos, ela se formou no período Devoniano – que originou seu nome. A APA da Escarpa Devoniana foi criada pelo Decreto Estadual nº 1.231, de 1992, com o objetivo de proteger a região, rica em água potável e em florestas de Araucária, além de espécies de animais em extinção, como a onça-parda e o tamanduá-bandeira. Se o projeto for aprovado, a área de proteção passaria dos atuais 392 mil hectares para apenas 126 mil hectares.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal