Eclipse lunar será visível em todo o país nesta terça-feira

O último eclipse lunar do ano será visível a partir das 15h40 desta terça-feira (16). Longe do litoral, no entanto, só s..

Fernando Garcel - 16 de julho de 2019, 09:41

Brasília - A superlua e eclipse total ocorrem ao mesmo tempo. O fenômeno conhecido como &#039Lua de sangue&#039 é observado na Praça dos Três Poderes da capital federal (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Brasília - A superlua e eclipse total ocorrem ao mesmo tempo. O fenômeno conhecido como &#039Lua de sangue&#039 é observado na Praça dos Três Poderes da capital federal (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O último eclipse lunar do ano será visível a partir das 15h40 desta terça-feira (16). Longe do litoral, no entanto, só será possível observar o eclipse um pouco mais tarde, por volta das 17h40, quando já estará eclipsada. O ápice do evento ocorre às 18h30, quando cerca de 60% do satélite estará encoberto pela sombra da Terra.

O fenômeno ocorre quando ocorre o alinhamento do Sol, Terra e Lua e a sombra do nosso planeta projetada no espaço cobre parcial ou totalmente a Lua. Diferente do eclipse solar, a observação do eclipse lunar dispensa o uso de equipamentos de segurança e pode ser visto a olho nu. A duração total do fenômeno chega a 5 horas e 33 minutos.

Observatório

O Parque da Ciência Newton Freire Maia, espaço de divulgação científica e tecnológica da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná, promove hoje a 3ª edição do evento de observação do céu – o Noites no Parque.

Durante a sessão de planetário ao ar livre, o público participante poderá observar, nos telescópios do Parque, a Lua em um eclipse lunar parcial que estará visível a partir do anoitecer até por volta de 20h, além de planetas que estejam visíveis e outros objetos interessantes. Durante a visita, a equipe do Parque irá ensinar como identificar as principais constelações da estação e outras curiosidades sobre o céu.

Quem deseja participar desta edição do evento deve preencher o formulário de inscrições clicando aqui. Não há custo, mas as vagas são limitadas.