Emagrecer com saúde exige perseverança e disciplina

Fernando Garcel


Redação com Eduardo Xavier | Metro Jornal Maringá

“Olho-me no espelho e gosto de mim, mas nem sempre foi assim.” O ganho de autoestima do motoboy Cleberson José Leandrini, 37 anos, veio com a perda de 40 quilos desde o final de janeiro deste ano. Além disso, as dores no joelho, que “estralava” quando subia escada, nas costas e nas pernas praticamente desapareceram.

Um estudo do Imperial College de Londres e da OMS (Organização Mundial da Saúde), divulgado na revista The Lancet Diabetes & Endocrinology, mostra que, em 2012, quase 6% de todos os novos casos de câncer foram causados pela obesidade e diabetes. Isto quer dizer que câncer, excesso de peso e distúrbio metabólico, que fazem parte da lista das doenças que mais matam no mundo, estão seriamente associados.

Leandrini, que pesava 160 quilos no final de janeiro, está hoje com 120 quilos. A meta dele, que tem 1m82, é chegar aos 110 quilos. Para isto cumpre uma rotina de pouco mais de uma hora por dia em um programa de medicina preventiva com projetos de perda de peso e qualidade de vida do Santa Rita Saúde. “Os resultados são excelentes. É colocar um ideal na cabeça e você consegue. Hoje, sinto-me muito melhor. Dá gosto de viver porque gordo não é bem visto. Tem muito preconceito”, diz o motoboy.

CapturarAs segundas, quartas e sextas-feiras são dedicadas aos exercícios funcionais do programa de emagrecimento do Espaço Saúde, que hoje atende 220 pessoas. Às terças e quintas-feiras, ele se dedica à musculação. Com a nutricionista do programa, ele reaprendeu a se alimentar. Os passos mais importantes foram cortar a bebida alcoólica, reduzir drasticamente o consumo de açúcar e carnes gordurosas. Tudo que comia em excesso quando pesava 160 quilos. “Estou aprendendo a comer e não passo fome”, conta.

De acordo com um dos coordenadores do espaço e educador físico, Marco Aurélio Massolin, a unidade tem 700 pacientes ativos que estão inseridos em programas de emagrecimento, reabilitação (para pacientes ortopédicos), hipertensos e diabéticos e outros. O espaço possui uma academia aparelhada e equipe multidisciplinar que acompanha os pacientes formada por médico endocrinologista, nutricionista, fisioterapeuta, psicóloga, personal trainer e enfermeira. “Todos os programas são para ganhar qualidade de vida. No emagrecimento, a prática de exercícios e alimentação equilibrada são essenciais”, afirmou.

Previous ArticleNext Article