Emirados Árabes preparam lançamento de sua primeira missão a Marte

Salvador Nogueira - Folhapress

marte missa emirados árabes

A nova temporada de lançamentos para Marte vai começar. No dia 14 de julho, deve partir a primeira missão marciana conduzida pelos Emirados Árabes Unidos.
A condução da missão é compartilhada com outras instituições. Trata-se de um projeto gerido pela agência espacial do emirado, com integração do Centro Espacial Mohammed bin Rashid, de Dubai, em parceria com três universidades americanas: Universidade do Colorado em Boulder, Universidade Estadual do Arizona e Universidade da Califórnia em Berkeley.
A sonda, batizada de Al Amal, ou Esperança em português, já está pronta para ser lançada por um foguete japonês H-IIA, da Mitsubishi, e será uma orbitadora. Ou seja, ela não vai pousar, mas apenas estudar o planeta em órbita.

A missão deve chegar a Marte em fevereiro de 2021, com o objetivo de estudar a atmosfera do planeta vermelho. O custo está estimado em US$ 200 milhões.
Depois dela, ainda teremos uma ambiciosa missão chinesa a Marte, que terá orbitador e módulo de pouso com jipe, seguida pela americana Mars 2020, com o jipe Perseverance, que já foi acoplado ao foguete para voar entre 30 de julho e 15 de agosto. Os europeus perderam essa janela e só vão lançar seu jipe Rosalind Franklin, da missão Exomars, em 2022.

Previous ArticleNext Article