Enem não foi aplicado para 270 mil estudantes em 405 escolas ocupadas

Após a ocupação de 41 novas escolas de ontem para hoje (5), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi adiado para 271...

Mariana Ohde - 05 de novembro de 2016, 15:55

Após a ocupação de 41 novas escolas de ontem para hoje (5), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi adiado para 271.033 candidatos.

Os estudantes que fariam o exame neste fim de semana em 405 locais de diferentes estados devem agora se preparar para a aplicação do exame nos dias 3 e 4 de dezembro.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a aplicação das provas ocorre com tranquilidade.

O órgão informou que as provas foram monitoradas pela Polícia Federal e distribuídas em segurança.

Na manhã de hoje, oito novos locais tiveram o exame adiado em instituições como as universidades federais de Santa Catarina, do Ceará e do oeste do Pará.

Até a tarde de ontem, a lista de escolas ocupadas tinha 364 locais e os estudantes foram avisados por e-mail e mensagem de texto sobre a mudança da data. Ao todo, 8,3 milhões de inscritos estão habilitados para fazer o Enem em mais de 16 mil instituições.

Os estados de Minas Gerais, com 88 ocupações, e do Paraná, com 77 ocupações, têm o maior número de locais de provas ocupados.

As ocupações ocorrem em diversos estados do país. Estudantes do ensino médio, superior e educação profissional têm buscado pressionar o governo por meio do movimento. Os alunos são contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos do governo federal pelos próximos 20 anos, a chamada PEC do Teto. Eles também criticam a reforma do ensino médio, proposta pela Medida Provisória (MP) 746/2016, enviada ao Congresso.