Geral Patrocinado
Compartilhar

Enem: estudantes têm até amanhã (15) para pedir isenção da taxa de inscrição

O prazo de duas etapas importantes para quem deseja participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 termina amanhã, dia 15. Confira!

Conteúdo patrocinado - 14 de abril de 2022, 15:07

Adobe Stock/Educa Mais Brasil
Adobe Stock/Educa Mais Brasil

Termina nessa sexta-feira (15) o prazo para estudantes solicitarem isenção da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 e justificarem ausência no Enem 2021. Os dois procedimentos devem ser feitos na Página do Participante. Os resultados serão divulgados no dia 22 de abril, conforme anunciado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Pode solicitar a isenção estudantes de escola pública que estão na última série do ensino médio em 2022. É possível ter direito ao benefício quem cursou todo o ensino médio em escola pública ou na condição de bolsista integral em escolas privadas cuja renda per capita seja igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

Além desses, é garantida a isenção aos participantes declarados em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membro de família de baixa renda, e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Os solicitantes deverão informar o número de Identificação Social (NIS) único e válido. No site do Inep é possível conferir um passo a passo de como solicitar a isenção.

Estudantes isentos da taxa de inscrição no Enem 2021 e que faltaram aos dois dias de prova precisam justificar a ausência para solicitar a isenção na edição de 2022. É preciso enviar documentação datada e assinada que comprove a ausência. Os materiais devem ser encaminhados nos formatos PDF, PNG ou JPG, com o tamanho máximo de 2 MB.

Conforme explicação no site do Inep são motivos que justificam a ausência no exame as seguintes condições: assalto ou furto; acidente de trânsito; casamento ou união estável; morte na família; maternidade ou paternidade; acompanhamento de cônjuge ou companheiro deslocado para outra cidade no período da aplicação; privação de liberdade; emergência, internação ou repouso médico ou odontológico; trabalho; deslocamento a trabalho; intercâmbio acadêmico e atividade curricular.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil