Felicidade e sensação de pertencimento aumentam a produtividade das empresas

Colaboradores engajados trabalham melhor e geram maior rentabilidade nos negócios, por isso, é preciso atenção

Redação - 22 de fevereiro de 2022, 08:47

Divulgação
Divulgação

Cuidar dos colaboradores, criar processos para satisfazer as suas necessidades e entender que as pessoas são as principais responsáveis pela produtividade e rentabilidade de uma empresa são fundamentais para ter um negócio bem sucedido. 

No começo do ano, época em que as empresas planejam as ações e estratégias a serem tomadas a longo prazo, é importante que líderes, representantes dos recursos humanos e cargos de chefia pensem em como engajar suas equipes para obterem assertividade em seus resultados.

Criar sinergia entre o time pode parecer uma tarefa difícil, visto que as pessoas de um mesmo grupo, muitas vezes, carregam culturas, saberes e vivências diferentes. Porém, procurar entender as necessidades individuais dos colaboradores, suas aptidões, limitações, saúde física e mental é indispensável para um trabalho humanizado que apresente respostas positivas.

A diretora e consultora da Priorize Gestão de Processos e Pessoas, empresa associada à AHK Paraná, Camille Holmer, que atua com o desenvolvimento de consultorias e treinamentos em diversos formatos, explica que um trabalho de gestão e processo bem realizado aumenta a rentabilidade de uma empresa em números significativos: “O aumento da produtividade gera, consequentemente, a diminuição da hora extra. O maior engajamento provoca menores absenteísmo, índice de rotatividade e afastamento em função de problemas de saúde mental.  Esses são ganhos robustos em uma organização, que aumentam seus ganhos em até 10% nesses processos operacionais”, explica.

Incentivar o crescimento individual, treinar comportamentos e desenvolver habilidades para que as equipes reflitam a imagem dos seus negócios são ações fundamentais em um período que a atenção ao colaborador já não é apenas uma experiência, mas sim uma realidade.

Segundo Holmer, as empresas ganham com a produtividade e também com a boa propagação da marca, já que há uma importância atualmente em ser reconhecido, tanto pelo público interno quanto pelo externo, como um bom lugar para trabalhar: “É preciso despertar nas pessoas a sensação de pertencimento, de felicidade. Muitas vezes, esse sentimento é um lugar confortável para tomar um café, outras vezes é ser ouvida por um líder, se sentir acolhida em um problema pessoal. As pessoas felizes trabalham muito melhor e de forma mais produtiva: felicidade é sinônimo de produtividade”, conclui.