Frigorífico emite nota esclarecendo a proibição da venda de hambúrgueres

Francielly Azevedo


Nesta semana, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de lotes de hambúrgueres de duas marcas de uma das empresas paranaenses envolvidas na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A medida, publicada no Diário Oficial da União, abrange lotes de produtos Transmeat e Novilho Nobre. Nesta quinta-feira (4), a empresa esclareceu que são falsas notícias que dizem que a empresa está proibida de fabricar ou vender todos os produtos.

Após informações repassadas pelo Ministério da Agricultura, nesta semana a Agência Reguladora liberou a produção e comercialização dos produtos da empresa, com exceção dos itens da linha de carnes temperadas.

 

 

A nota divulgada pela Transmeat reforça que a liberação aconteceu após análises do Ministério da Agricultura que comprovaram a adequação das linhas de produção industrial da organização.

Ainda de acordo com a empresa, a restrição das carnes temperadas está mantida apenas por pendências burocráticas.

Em uma segunda resolução emitida pela Anvisa, a agência manteve a proibição da venda de quatro lotes de hambúrguer produzidos pela Transmeat. Os alimentos foram produzidos em março e já foram alvo de Recall.  A empresa esclarece que, mesmo os produtos recolhidos não são prejudiciais à saúde e à segurança do consumidor.

 

Veja a lista proibida:

Novilho Nobre080317 07/09/2017

Produto Marca Lote Validade
Hambúrguer misto envelopado congelado (carne bovina e de frango)
Hambúrguer congelado de bovino Transmeat 010317 31/08/2017
Hambúrguer de carne bovina Transmeat AAJ 109079 01/09/2017
Hambúrguer Novilho Nobre 29/09/2017

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.