Funcionários da Sanepar suspendem greve

Mariana Ohde


Os funcionários da Sanepar, que iniciaram uma greve na terça-feira (17), decidiram suspender a paralisação até o julgamento do dissídio entre empresa e trabalhadores.

Na sexta-feira (20), funcionários e representantes da empresa estiveram reunidos em uma Audiência de Conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para discutir a proposta apresentada pela Sanepar no início de maio e rejeitada. Segundo o sindicato que representa os trabalhadores (Seamac), a empresa não apresentou novas propostas diante das demandas dos funcionários e, por isso, não houve acordo. Porém, a paralisação deve acabar mesmo com o impasse em andamento, mantendo-se o indicativo. “Com um total de 436 trabalhadores saneparianos presentes na tomada de decisão, 325 votaram pela suspensão do movimento até o dissídio, 100 votaram pela manutenção da greve e houve 11 abstenções”, informou o Saemac. O julgamento ainda não tem data marcada.

A Sanepar ofereceu aos trabalhadores reajuste de 11,08% de início e reajuste do vale-alimentação de 12,86%, além de vale-lanche no valor de R$ 6. Porém, os funcionários demandam aumento maior no salário que, segundo eles, é baixo – o piso atual é de R$ 1.394 e os funcionários pedem aumento para R$ 2,2 mil.

Mesmo sem acordo, o sindicato avaliou como positivo o movimento. “O Saemac avalia que o movimento foi fundamental para mostrarmos a realidade do sanepariano ao TRT e a população do Paraná. Se tivesse adesão de uma grande maioria de saneparianos, poderíamos ter um desfecho diferente, com a Diretoria mudando a proposta. Mas mesmo assim, foi fundamental”, afirmou em notícia postada no site. A Sanepar afirmou, em nota. que a proposta foi aceita por parte dos trabalhadores e que respeita o direito de manifestação dos funcionários.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal