Viagem acadêmica à Amazônia está com inscrições abertas para estudantes universitários

Estelita Hass - BandNews FM Curitiba

Uma viagem acadêmica com cara de expedição. Essa é a proposta da Expedição Amazônia 21, que está recebendo inscrições de estudantes universitários e de pós-graduação de todo o país. A viagem vai acontecer em julho e é promovida pela Academia Amazônia Ensina, uma empresa incubada no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, o INPA.

O coordenador do projeto, o economista João Tezza Neto, é curitibano, mas vive na Amazônia há muitos anos. Segundo ele, o objetivo do projeto é usar a floresta amazônica como pano de fundo para debater sobre desenvolvimento econômico e conservação da natureza. Tudo isso é feito com o acompanhamento de cientistas e pesquisadores. “Nos entendemos que tudo que tudo que acontece na expedição tem o que chamamos de um aprendizado significativo. Além da informação científica, o visitante tem a percepção pessoal de uma visita a comunidade.” conta o economista.

Segundo Tezza, o principal objetivo da expedição é mostrar aos estudantes que a sustentabilidade é uma oportunidade, e não um peso.”As pessoas percebem que a questão da sustentabilidade não é um fardo. É um processo de grande oportunidade, de novas fontes de trabalho.” ele afirma.

Além da viagem a Manaus, visitas a dois parques nacionais e a uma reserva de desenvolvimento sustentável no rio Negro estão na programação. No total, 20 jovens serão selecionados para a viagem. As inscrições vão até o dia 7 de junho. A expedição custa pouco menos de R$5 mil.


O prazo de inscrição para estudantes bolsistas já se encerrou. Mas quem quiser disputar uma bolsa pode se inscrever nas próximas edições do evento, que serão em setembro, outubro e novembro. O site do projeto é o www.academiaamazoniaensina.com.

 

Post anteriorPróximo post