Greve geral: diversas categorias prometem parar

Roger Pereira


Professores, policiais, profissionais de saúde, bancários, motoristas e cobradores de ônibus e diversos outros profissionais não trabalharão nesta sexta-feira, 28, aderindo à greve geral convocada pelas Centrais Sindicais em protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária em tramitação no Congresso Nacional.

A greve geral mobiliza, também, servidores públicos municipais, trabalhadores da coleta de lixo e limpeza de ruas, servidores e técnicos das universidades públicas, metalúrgicos, vigilantes, servidores da Justiça Federal e da Justiça do Trabalho, funcionários dos correios, dos aeroportos e dos postos de combustíveis, entre outros.

Em Curitiba, os trabalhadores em greve marcaram mobilização com concentração às 9h na Praça Nossa Senhora de Salette, no Centro Cívico. O ato também carregará o simbolismo do 1º de maio, que foi adiantado, em uma decisão conjunta das principais Centrais Sindicais no Paraná.

Confira os locais de mobilização da greve geral em outras cidades paranaenses:

Arapongas | Igreja Matriz| 7h

Apucarana | Praça da Catedral | 9h

Campo Largo | Praça do Museu | 8h.

Cascavel | Calçadão da Avenida Brasil, em frente à Catedral | 10h.

Cianorte | Santuário Eucarístico Nossa Senhora de Fátima | 7h30.

Foz do Iguaçu | Bosque Guarani | 8h

Guarapuava| Praça 09 de dezembro| 8h

Irati | INSS | 9h

Jacarezinho | Praça Ruy Barbosa | 10h30.

Londrina | Terminal Central Urbano, na Av. Leste-Oeste | 10h

Maringá | INSS, na Zona 01 | 9h

Paranavaí | Prefeitura | 10h.

Ponta Grossa | Praça Barão de Guaraúna | 9h

Sarandi | Praça Ipiranga | 8h

São João do Triunfo | Trevo de entrada da cidade |8h

Toledo | Terminal Urbano | 8h.

Umuarama| Praça Santos Dummont |8h

 

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="427630" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]