Inep diz que Revalida está confirmado e defende “alto nível” de comissões

Folhapress


O Inep (nstituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) disse neste domingo (14) que capacitará a tempo os novos membros de comissões relacionadas à aplicação do Revalida e que a segunda etapa do exame, marcado para 18 e 19 de dezembro, está confirmada. A prova certifica o diploma de médicos que se formaram no exterior e querem trabalhar no Brasil.

A manifestação do Inep ocorre depois de o jornal O Estado de S. Paulo publicar no sábado (13) que a segunda etapa do Revalida corria o risco de não ser realizada. A publicação citava um ofício interno que indicava que faltam médicos capacitados para definir, em tempo hábil, tarefas dos candidatos na prova prática e estabelecer critérios de seleção.

“O Inep ratifica o alto nível técnico dos membros de suas comissões, além do seu profissionalismo e comprometimento com o Revalida”, diz Inep.

Na nota oficial, o instituto diz que o “planejamento e o cronograma de execução do exame são definidos pelas equipes técnicas do Instituto”. Ainda segundo o órgão, a Comissão de Análise de Itens (CAI) manteve onze dos 13 membros originais e não houve prejuízo neste processo.

Em relação à Comissão Assessora de Avaliação da Formação Médica (CAAFM), o Inep disse que a renovação ocorreu depois que oito dos 10 membros pediram para deixar o órgão em junho deste ano.

Na nota, o instituto diz que a atitude foi uma reação a uma denúncia sobre a conduta de um dos membros originais da comissão. Não foi especificada qual seria essa conduta.

“Em decorrência da denúncia contra o membro da CAAFM, oito dos membros originais da comissão optaram por não serem reconduzidos em uma nova configuração, sendo que quatro pediram sua saída imediata, em meio ao período de recursos e de resultado da aplicação. Assim, coube a esta gestão a necessidade de recomposição imediata da Comissão”, diz a nota.

O Inep diz que a nova comissão foi recomposta por meio da Portaria n. 278/2021, em 28 de julho de 2021, com a recondução de dois membros originários que aceitaram permanecer, além de onze outros médicos especialistas nas áreas do conhecimento avaliadas pelo exame.

‘Os médicos especialistas estão em fase de preenchimento dos dados para integrar as comissões. A capacitação destes novos membros está prevista para o início do mês de dezembro, a depender da agenda dos médicos”, disse.

Processos em andamento

O Inep ainda disse que a comissão assessora de avaliação terá a presença de mais sete médicos, totalizando dezoito membros. “Foram indicados pelos reitores das Universidades Parceiras do Revalida e tem ampla experiência neste exame”, alega.

Em relação ao CAI, o Inep diz que cinco médicos (um de cada área do conhecimento) e um psicometrista irão se reunir presencialmente no Inep e novos membros indicados serão nomeados ainda na próxima semana.

“Ficou acordado com a equipe técnica da Coordenação-Geral do Enade (CGEnade) que as estações passarão por uma revisão pedagógica (que já foi iniciada pela equipe), a ser homologada em um painel com os membros da comissão médica CAAFM antes da reunião da Comissão médica (CAI) para definir as notas de corte das estações”, completa a nota.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="803427" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]