INSS inicia perícia médica com uso da telemedicina no dia 16 de novembro

Agência Brasil

INSS Previdência

Os atendimentos da experiência piloto de realização de perícia médica do INSS com uso da telemedicina começam a partir da próxima segunda-feira (16) e seguem até o dia 31 de janeiro de 2021.

De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, o protocolo da experiência piloto foi aperfeiçoado para dar segurança ao ato pericial dos peritos médicos federais, que ficam autorizados a realizar perícias médicas por telemedicina, durante o período de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

PERÍCIA MÉDICA DO INSS ATRAVÉS TELEMEDICINA

A experiência da realização da perícia médica do INSS através da telemedicina é um projeto-piloto e foi pensada para dar mais fluxo às filas de espera, principalmente aos de auxílio por incapacidade temporária de trabalho, que correspondem à grande maioria dos pedidos em espera para análise.

Por enquanto, essa modalidade será destinada a um grupo restrito de pessoas. Inicialmente, apenas empresas que demostraram interesse e se cadastraram no INSS é que poderão oferecer as perícias virtuais.

De acordo com a secretaria, houve consenso entre os órgãos sobre a necessidade de se promover ajustes no protocolo formalizado pela Subsecretaria da Perícia Médica Federal e INSS no dia 7 de outubro, especialmente no que diz respeito à atuação do médico do trabalho.

A secretaria ainda informou ainda que as entidades trabalharam no roteiro de procedimentos. O INSS disponibilizará às empresas, por meio eletrônico, o Termo de Adesão de Participação da Experiência Piloto de Realização de Perícias Médicas com Uso da Telemedicina (Pmut), a partir desta segunda-feira (9).

“A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o Instituto Nacional do Seguro Social realizaram reuniões com o Conselho Federal de Medicina e a Associação Nacional de Medicina do Trabalho para aperfeiçoar o protocolo e dar cumprimento à decisão do tribunal”, informou a secretaria.

Previous ArticleNext Article