Juiz indefere pedido de justiça gratuita após ‘ostentação’ no Instagram

Fernando Garcel


O juiz Emerson Feller Bertemes, da 2ª Vara Cível de Florianópolis, em Santa Catarina, indeferiu um pedido de justiça gratuita de uma empresária em um processo de quase R$ 500 mil contra o ex-sócio. No Instagram da empreendedora, o magistrado entendeu que “sua vida não é tão miserável quanto alega”.

Na ação, os advogados da empresária estipularam o valor da causa em R$ 444.486,54, que seria devido pelo ex-sócio, além de uma indenização de R$ 20 mil por danos morais. Na petição inicial, a defesa da mulher pediu justiça gratuita alegando que ela não teria dinheiro para arcar com as custas processuais em razão do ex-sócio.

Ao pesquisar pelo nome da empreendedora no Google, o magistrado encontrou o perfil do Instagram da mulher e não gostou do que viu. As fotos públicas na rede social mostravam a mulher em Berverly Hills e Hollywood, além de inúmeras fotos em restaurantes caros.

No despacho que indeferiu o pedido, o juiz declarou que os pratos de comida já pagariam as custas do processo e determinou que a defesa apresente uma nova petição inicial.

“Ora, em rápida pesquisa com seu nome no ‘Google’, dá de notar pelas fotos no Instagram (públicas), que sua vida não é tão miserável quanto alega. Só as fotos dos pratos de comidas postados já pagam e ainda sobra para as custas deste processo. Intime-se, como já determinado, para a devida emenda e pagamento das custas 15 dias”, determinou o juiz.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="461414" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]