Lázaro Barbosa é morto pela polícia de Goiás após 20 dias de buscas

Após 20 dias de buscas, Lázaro Barbosa foi preso, foi morto na manhã desta segunda-feira (28) no município de Cocalzinho..

Redação - 28 de junho de 2021, 10:15

Reprodução/Polícia Civil/Twitter
Reprodução/Polícia Civil/Twitter

Após 20 dias de buscas, Lázaro Barbosa foi preso, foi morto na manhã desta segunda-feira (28) no município de Cocalzinho, em Goiás. Ele é investigado por matar uma família em Ceilândia (DF) e por outros sete crimes.

Inicialmente, o governador Ronaldo Caiado informou em seu Twitter que o suspeito havia sido preso. Na sequência, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que ele seria encaminhado para um hospital porque havia ficado ferido após entrar em confronto com policiais.

Minutos depois, a morte de Lázaro Barbosa foi confirmada pela SSP à jornalistas que estavam no local. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento que o "serial killer" é transferido de uma viatura da ROTAM para uma ambulância. É possível ouvir um "ai".

Já em outro vídeo, que mostra a chegada do investigado no hospital, o homem, de 32 anos, já estava desfalecido. A morte foi confirmada minutos depois. Mais detalhes sobre a prisão devem ser divulgadas em uma coletiva de imprensa, que deve acontecer ainda hoje.

A ex-mulher de Lázaro Barbosa foi levada para à delegacia após moradores da região denunciarem que o suspeito havia sido flagrado na mata próximo à casa dela. No local, estava um dos filhos do investigado.