Maior hospital pediátrico do Brasil completa 99 anos com 305 mil atendimentos

Assessoria


Outubro é um mês muito especial para o Hospital Pequeno Príncipe. No dia 26, a instituição completa 99 anos cuidando da saúde de crianças e adolescentes e transformando a vida de milhares de pessoas de todos os Estados do país, em mais de 30 especialidades médicas.

Esta data dá início às comemorações de 100 anos de atendimento em saúde para meninos e meninas. Um sonho que nasceu em 1919 com as Voluntárias do Grêmio das Violetas, cresceu com o Hospital de Crianças César Pernetta (1951) e se firmou, em bases voluntárias, com Ety Gonçalves Forte assumindo a presidência da Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, mantenedora da instituição, em 1966. Com muito trabalho, amor, dedicação e investimentos, se transformou no maior hospital pediátrico do Brasil.

Uma história quase centenária que está sempre em busca de novos capítulos a cada paciente que recebe, com atendimento pautado na excelência técnico-científica e na humanização. Aniversários que se entrelaçam a muitas comemorações.

“Para nós é um orgulho muito grande ser uma instituição que em breve completará 100 anos. Agradecemos imensamente a cada um dos colaboradores que se dedicam todos os dias e contribuem para a construção desta história de referência do Pequeno Príncipe. Continuaremos contando com a sociedade e os apoiadores para os novos capítulos que serão escritos com base em nossos princípios e valores de amor à criança, busca pela excelência, multiplicação do conhecimento, integralidade e humanização do cuidado, equidade e inovação”, garante, festiva, a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.

Complexo Pequeno Príncipe

O maior hospital pediátrico do país, sem fins lucrativos, é referência em alta e média complexidade e tem, atualmente, 370 leitos, sendo 60 em UTIs. Por ano, realiza cerca de 305 mil atendimentos ambulatoriais, mais de 22 mil internações e 20 mil cirurgias, destinando 70% da sua capacidade para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma das diretrizes do hospital é a de oferecer tratamento integral e humanizado. Para isso, um conjunto de programas agrega ao cuidado em saúde a perspectiva de garantia dos direitos fundamentais. Entre eles, a inclusão de educação e cultura e de ações organizadas de voluntários, garantindo equidade a todas as crianças e suas famílias.

Com uma trajetória marcada pela excelência e inovação científica, aliadas à compaixão, empatia e dignidade, o Pequeno Príncipe acumulou diversas conquistas, formando a tríade entre o Hospital, a Faculdades Pequeno Príncipe e o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, com o objetivo e a missão de oferecer serviços de saúde de qualidade, boa prática da medicina, formação e pesquisa, transformando, dessa forma, o jeito de se fazer Pediatria no país.

Previous ArticleNext Article