Médica paranaense desaparece após deixar posto de saúde no Rio Grande do Sul

Redação


A médica paranaense Tamires Gemelli da Silva Mignoni desapareceu na última sexta-feira (16), em Erechim, no Rio Grande do Sul, quando deixava um posto de saúde no bairro Aldo Airolli, no final da manhã.

O caso é investigado pelas polícias do Paraná e do Rio Grande do Sul, que se integraram na busca por informações. Tamires Mignoni é filha de Berto Silva, prefeito de Laranjeiras do Sul, na região central do Paraná.

MÉDICA DESAPARECE APÓS SAIR DE POSTO DE SAÚDE EM ERECHIM

A médica paranaense desapareceu por volta das 11h, quando deixava uma UBS (Unidade Básica de Saúde), que fica no bairro Aldo Airolli, em Erechim. Ela seguia para o seu carro, um Equinox, quando foi sequestrada. Horas depois do crime, foi abandonado próximo a uma fábrica, no bairro Cristal.

Dentro do automóvel, estavam as bolsas e documentos da médica. A suspeita é que os sequestradores tenham trocado Tamires de carro e, em seguida, abandonando o automóvel da paranaense.

Para a RBS TV, o delegado Gustavo Ceccon, afirmou que não há informações sobre quem possa ter levado a médica paranaense. Porém, neste domingo (18), o tio da vítima, Gilson Pessoa, afirmou que os sequestradores entraram em contato com a família. O radialista ainda detalhou que eles solicitaram R$2 milhões para libertar a médica.

Entretanto, o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) afirmou para o portal Jornal Bom Dia, nesta segunda-feira (19), que as investigações estão acontecendo sob sigilo já que se trata “de um caso extremamente diferenciado”.

A médica paranaense Tamires Mignoni é filha do prefeito de Laranjeiras do Sul, na região central do Paraná, Berto Silva. Nas redes sociais, o parlamentar subiu uma hashtag: #todospelatamires.

Previous ArticleNext Article