Motorista que causou acidente na BR-277 deixa a cadeia

Mariana Ohde


O motorista do caminhão-tanque envolvido no acidente na BR-277 deixou a prisão após a empresa pagar sua fiança.

No domingo, o veículo perdeu o controle, invadiu a pista contrária na altura de Morretes e colidiu com outros doze veículos, pegando fogo em seguida. Seis mortes foram confirmadas até esta quarta-feira (6) e doze pessoas ficaram feridas.

De acordo com informações da Polícia Civil, o motorista deixou a carceragem da Delegacia de Morretes, onde estava detido desde o dia do acidente, por volta das seis horas da tarde desta terça-feira (5). A fiança estipulada pela Justiça, de dez salários mínimos, cerca de R$ 8,8 mil. O motorista ainda teve a habilitação para dirigir suspensa e precisará se apresentar à Justiça periodicamente.

Em depoimento, o motorista alegou que o painel do veículo indicou uma falha nos freios antes do acidente. Mesmo assim, ele decidiu continuar a viagem. Ele não ficou ferido no acidente.

Representantes da empresa de transporte para a qual o motorista trabalha foram até a delegacia para buscá-lo. De acordo com a Polícia Civil, o motorista foi levado para o Aeroporto Afonso Pena, onde pegaria um avião para um destino que não foi informado. Havia receio de que houvesse manifestações em frente à delegacia, mas a saída do motorista foi tranquila.

BR-277 é bloqueada para retirada de caminhão-tanque que provocou acidente
Morre sexta vítima de tragédia com caminhão-tanque na BR-277
IML confirma que quinta vítima é mãe de bebê salvo no acidente da BR-277

 

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal