Motorista alertou empresa de que caminhão tinha problema nos freios

Jordana Martinez


Em depoimento à polícia civil de Morretes, no litoral do Paraná, o motorista Jairo Nascimento Pacheco, 43 anos, admitiu que o caminhão estava em problemas nos freios e disse que avisou os superiores antes da viagem.

O delegado Antônio dos Santos, titular da delegacia de Morretes, aguarda novos depoimentos e o resultado da perícia feita no caminhão para confirmar a versão apresentada pelo motorista: “ele alertou que estava tendo falhas, num primeiro momento foi isso que ele alegou pra gente. Agora vamos verificar se procede ou não, e também aguardar o resultado da perícia”, afirmou.

A empresa responsável pelo caminhão, a Conlog, de Santa Catarina, foi intimada por carta precatória. O motorista foi autuado em flagrante por homicídio com dolo eventual, quando assume o risco de matar, já que seguiu viagem mesmo sabendo do problema. Ele deve deixar a prisão ainda nesta terça-feira. Para isso terá que pagar fiança fixada em R$ 8.800. O inquérito deve ser concluído em até 30 dias.

O acidente

Cinco pessoas morreram e 13 ficaram feridas após o caminhão-tanque carregado com etanol perder o freio, atingir outros veículos e explodir, na noite do último domingo (3). Um bebê de apenas 17 dias sobreviveu ao acidente. A criança, uma menina, foi encontrada enrolada a uma coberta na grama, às margens da rodovia. O corpo do pai e da mãe da criança foram encontrados carbonizados às margens da rodovia.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.